DESTINOS

Número de brasileiros na Califórnia volta a nível pré-crise

Renato Machado
Caroline Beteta, presidente e CEO do Visit California
Caroline Beteta, presidente e CEO do Visit California
ANAHEIM – A Califórnia é a casa do IPW nesta edição. A principal feira de promoção dos destinos nos Estados Unidos é itinerante e, em 2019, teve Anaheim como sede. Durante o evento, a presidente e CEO do Visit California, Caroline Beteta, atesta, com números, a retomada do mercado brasileiro no Golden State.

Contando visitantes domésticos e internacionais, a Califórnia recebeu mais de 273 milhões de turistas em 2018 – 18,1 milhões deles de mercados estrangeiros. Estado mais visitado dos Estados Unidos, a economia local tem no Turismo uma de suas principais indústrias: US$ 140,6 bilhões foram injetados no ano passado.

“O Turismo na Califórnia está mais forte do que nunca”, afirmou Caroline Beteta. “Estamos passando por um desenvolvimento de produtos sem precedentes em nossa história. Seguimos inspirando as pessoas com o sonho de visitar a Califórnia e esse é o fator mais importante para nós.”

Em 2018, 211 mil brasileiros escolheram a Califórnia como destino de suas viagens, gastando US$ 388 milhões em solo californiano – alta superior a 10% em número de visitantes em relação a 2017. Tais valores fazem do Brasil o 11º principal mercado, distante porém da décima colocada, a Alemanha (407 mil visitantes e gasto de US$ 714 milhões).

No comparativo com os últimos cinco anos, o mercado brasileiro dá mostras de que, pelo menos neste mercado, já se recuperou da recente crise econômica. Segundo projeções do próprio bureau, o Brasil deve fechar 2019 com crescimento de 5,1% e alcançar os 222 mil visitantes – valor praticamente igual ao de 2014, pré-crise, quando fechou o ano com 225 mil turistas. Até 2022, a agência aposta que o Brasil chegará à casa dos 250 mil visitantes ao ano.

O Portal PANROTAS viaja a convite do IPW 2019 e da United Airlines, com proteção GTA
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA