DESTINOS

Bahamas atualiza situação após passagem de furacão Dorian

O furacão Dorian provocou um rastro de destruição nas Bahamas que resultou na morte de mais de 20 pessoas. Nesta quinta-feira (5), o governo do arquipélago emitiu um comunicado oficial para atualizar o mundo sobre a situação local, destacando as ilhas mais afetadas e as que passaram ilesas pelo fenômeno natural que chegou à categoria cinco no início da semana.

Os piores cenários estão nas ilhas Ábacos e Grand Bahama, enquanto a capital Nassau e a vizinhança de Paradise Island, incluindo Eleuthera, Harbour Island, Andros, Exumas, Cat Island, San Salvador, Rum Cay, Long Island, Acklins/Croocked Island, Ragged Island, Mayaguana e Inagua, não sofreram impactos tão devastadores.

Wikicommons
Furacão Dorian passou com força máxima sobre Bahamas
Furacão Dorian passou com força máxima sobre Bahamas
"Não há palavras para expressar a tristeza que sentimos por nossos companheiros em Ábacos e Grand Bahama. Agora é a hora de nos reunirmos pelos nossos irmãos e irmãs necessitados e ajudar nosso país a se recuperar. Qualquer pessoa que deseje fornecer suporte e assistência deve acessar nosso site oficial para garantir uma ajuda verificada. Também imploramos aos viajantes que continuem visitando as ilhas das Bahamas que não foram afetadas pelo furacão Dorian, pois ajudarão tremendamente nosso povo", declarou o ministro do Ministério de Turismo e Aviação das Bahamas, Dionisio D'Aguilar.

AEROPORTOS, HOTÉIS E VIAS MARÍTIMAS
O comunicado ainda fez um levantamento do status de aeroportos, hotéis, cruzeiros e voos após a passagem do furacão. Em Nassau, o Aeroporto Internacional Lynden Pindling (LPIA) permanece aberto, porém, companhias aéreas chegaram a cancelar voos durante o período e, em caso de viagem marcada, vale confirmar a manutenção das datas e horários.

Por outro lado, o Aeroporto Internacional Grand Bahama (FPO) está fechado, assim como o Aeroporto Internacional Leonard Thompson (MHH), em Marsh Harbour. Os demais aeroportos do arquipélago seguem operando pousos e decolagens.

Ramon Espinosa/AP
Aeroporto Internacional Grand Bahama foi destruído
Aeroporto Internacional Grand Bahama foi destruído
Os hotéis de Nassau e Paradise Island estão abertos, enquanto os situados em Ábacos e Grand Bahama foram fechados. Viajantes com reservas em tais locais devem entrar em contato diretamente com as propriedades para obter informações completas sobre a situação.

Os portos de Nassau estão abertos e operando normalmente, porém, alguns horários de cruzeiros podem ter sofrido alterações. O Grand Bahama Island's Freeport Harbour está fechado e suas balsas de travessia foram canceladas. A MSC Cruzeiros anunciou o envio de uma delegação com o objetivo de ajudar na missão de recuperar o destino por meio do envolvimento com autoridades locais, líderes de comunidades e organizações-chave no tema.

"É muito triste ver o impacto e a devastação que o furacão Dorian provocou nas Bahamas e em sua população. Os pensamentos e orações de toda a minha família estão com o povo da Bahamas e seus familiares e entes queridos. Estamos totalmente comprometidos em oferecer suporte nos esforços imediatos e de longo prazo em prestação de socorro e na recuperação nas Bahamas. Nossas empresas estão intimamente ligadas há muito tempo ao local e ao seu povo, portanto apoiaremos os seus esforços pela reconstrução", comentou o presidente executivo do Grupo MSC, Gianluigi Aponte.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA