WTTC destaca países e suas práticas em prol do Turismo

|

Divulgação/WTTC
Mexicana Gloria Guevara Manzo lidera WTTC desde 2017
Mexicana Gloria Guevara Manzo lidera WTTC desde 2017
Presidente do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), Gloria Guevara conversou de maneira exclusiva com a PANROTAS e, dentre os assuntos abordados, estiveram alguns países emergentes que podem ser considerados exemplos para o mundo quanto a estratégias e planos bem-sucedidos dentro do Turismo. México, Tailândia e Costa Rica foram destacados por suas práticas, assim como Austrália, Japão e Canadá, já considerados desenvolvidos.

Veja a seguir o que a líder do WTTC falou sobre cada país destacado e confira as edições Nº 1.400 e Nº 1.401 da revista PANROTAS para ler a entrevista completa.

MÉXICO
“Na área de facilitação e segurança de viagens, o governo estendeu seu programa de isenção de vistos em 2010 e 2011 para viajantes que já obtiveram autorização dos Estados Unidos ou dos países Schengen. Dado o alto nível de verificações de segurança realizadas pelos EUA e União Europeia, o governo confia que os indivíduos aprovados que utilizam esses vistos podem visitar o México com segurança. Isso, juntamente com outras isenções de visto, como para cidadãos de países da Aliança do Pacífico, contribuiu para que as chegadas internacionais aumentassem de 23,3 milhões para 32,1 milhões entre 2010 e 2015”.

COSTA RICA
“É um exemplo brilhante de país que fez do Turismo sustentável parte do seu DNA. O governo priorizou a preservação de seus ativos naturais e o desenvolvimento de produtos e serviços sustentáveis com baixo impacto ambiental e impacto positivo no bem-estar de suas comunidades locais. Planos de gerenciamento são elaborados para as ‘áreas protegidas’ da Costa Rica, que também são áreas turísticas, auxiliando destinos no desenvolvimento de padrões ambientais e planejando o fluxo de visitantes para evitar a superlotação”.

Wikicommons
Punta Uva, na Costa Rica
Punta Uva, na Costa Rica
TAILÂNDIA
“Sobre preparação, gerenciamento e recuperação de crises, o país pode ser destacado pelo lançamento de uma cobertura de seguro especial conhecida como ‘Thailand Travel Shield’, criada após a agitação civil de 2014 para incentivar viajantes a voltarem ao destino e se sentirem seguros. Esta iniciativa foi desenvolvida pela Autoridade de Turismo da Tailândia (TAT) em parceria com quatro companhias de seguros, custando apenas US$ 13 por uma viagem de um a sete dias”.

AUSTRÁLIA
“É um dos países líderes em matéria de facilitação e segurança. Foi um dos primeiros a lançar vistos eletrônicos e pretende ser o primeiro a introduzir um sistema de processamento totalmente automático e contínuo para chegadas de passageiros aéreos. Essa tecnologia de imigração ‘sem contato’ é baseada apenas em dados biométricos (impressões digitais, íris e reconhecimento facial), e o primeiro teste foi realizado em 2017 no Aeroporto Internacional de Camberra, capital nacional”.

NeedPix
Camberra foi fundada em 1927 para ser a capital australiana
Camberra foi fundada em 1927 para ser a capital australiana
CANADÁ
“Estamos satisfeitos que o foco da nova estratégia federal de crescimento do Turismo do Canadá seja o crescimento sustentável. Isso inclui um investimento de 58,5 milhões dólares canadenses em produtos e experiências que trazem receita para as comunidades locais, especialmente em áreas rurais e remotas, apoiam o crescimento do Turismo indígena e dispersam os visitantes, além da alta temporada de verão e dos destinos habituais.

JAPÃO
“O país é líder na implementação de iniciativas proativas de preparação, gerenciamento e recuperação de crises. Okinawa, por exemplo, desenvolveu um plano abrangente por meio da colaboração entre o governo local e as organizações do setor para garantir que elas estejam preparadas quando a próxima crise surgir. Há um guia de segurança para os visitantes, incluindo folhetos simples de comunicação para medidas em caso de tufão e uma ferramenta simples, em vários idiomas, com respostas para perguntas frequentes”.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA