França atualiza restrições e amplia toque de recolher

|


Unsplash/Luiza Giannelli
Jean Castex, primeiro ministro da França, anunciou na última sexta-feira (8) a imposição de um toque de recolher mais rígido em 15 regiões daquele país. A ideia é que, com a medida, se consiga seguir combatendo a circulação da covid-19, que teve uma nova variante detectada na cidade de Marselha.

As regiões abarcadas na medida, todas no lado sul da França, são: Ardennes, Marne, Meuse, Meurthe-et-Moselle, Moselle, Haute-Marne, Vosges, Haute-Saône, Territoire de Belfort, Doubs, Jura, Saône-et-Loire, Nièvre, Hautes-Alpes e Alpes-Maritimes.

Com a nova determinação, o toque de recolher passou a valer entre às 18h e às 6h. Nesse período, devem permanecer fechados os comércios, locais de culto, estações de esporte de Inverno, centros culturais, restaurantes e salas de esporte. Os meios de hospedagem estão autorizados a funcionar, mas no período noturno só o serviço de quarto funciona.

Também ficou definido que até 8 de fevereiro de 2021, é necessário um teste PCR ou de antígeno para viajantes acima de 11 anos de idade que desejam viajar para a Córsega, Martinica, Guadalupe e Ilha da Reunião.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA