Jamaica pede que Reino Unido e Canadá revisem suas restrições

|

Diego Verticchio
Edmund Bartlett, ministro do Turismo da Jamaica
Edmund Bartlett, ministro do Turismo da Jamaica
O ministro do Turismo da Jamaica, Edmund Bartlett, está pedindo ao Reino Unido e ao Canadá que revisem suas políticas de covid-19 mais recentes, incluindo a obrigatoriedade do teste de covid-19 negativo para qualquer cidadão ou visitante entrar nos países por via aérea. "Embora eu certamente compreenda a necessidade e a responsabilidade de todos os governos de proteger seus cidadãos, a maneira em que esse novo requisito está sendo aplicado, sem dúvida, atrasará a recuperação de pequenos destinos que dependem do Turismo, especialmente aqueles que têm se esforçado para reforçar seus padrões de saúde e segurança para proteger os turistas do risco de contágio da covid-19", disse.

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata) observou que severas restrições às viagens e medidas de quarentena fizeram com que a demanda por viagens aéreas diminuísse e parasse completamente em novembro, com a demanda internacional de passageiros sendo 88,3% abaixo do nível de novembro de 2019. As novas restrições impostas pelo Canadá e Reino Unido certamente aumentarão o desconforto e a burocracia que desestimulam as pessoas a viajarem para fora de seus países. Ao lado dos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido respondem por até 70% de todas as chegadas de turistas ao Caribe.

Desde o início da pandemia, as autoridades de Turismo da Jamaica estão engajando ativamente todas as partes interessadas e parceiros para coordenar respostas à crise. "Como resultado da nossa proatividade e vigilância na gestão de risco da covid-19, o país, até o momento, não registrou um único caso de contágio relacionado a um turista internacional. Durante esse período extremamente difícil, a Jamaica provou ser um destino seguro para turistas internacionais e continuaremos monitorando e melhorando os padrões de saúde e segurança para proteger cada turista que desembarca em nossas praias", afirmou Bartlett.


*Fonte: eTurboNews

conteúdo original: https://bit.ly/39hsNtC
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA