Texas e Mississippi (EUA) retiram obrigatoriedade de máscaras

|

Unsplash/Thomas de Luze
Os Estados do Texas e Mississippi, nos Estados Unidos, anunciaram separadamente que estão retirando a obrigatoriedade do uso de máscaras faciais e vão permitir que todas as empresas e comércios reabram em plena capacidade. Ambos os Estados citaram o nivelamento dos casos da covid-19 e a necessidade de colocar as pessoas de volta aos empregos. As informações são dos portais Travel Mole e Abc News.

"Agora é hora de abrir o Texas 100%. A covid-19 não desapareceu de repente. Mas está claro a partir das recuperações, das vacinações, das hospitalizações reduzidas e das práticas seguras que o Texas está usando, que os mandatos estaduais não são mais necessários”, afirmou o governador do Texas, Greg Abbott, em entrevista coletiva realizada ontem (2).

Outros Estados também começaram a reduzir as restrições com uma porcentagem crescente da população sendo vacinada. No entanto, as autoridades de saúde alertaram os Estados para não afrouxar as restrições muito rapidamente. Os Estados Unidos ainda está registrando cerca de 70 mil novos casos por dia.

"Achamos que é um erro suspender essa ordem muito cedo. As máscaras estão salvando muitas vidas. O presidente (Joe Biden) foi claro sobre o fato de que nos primeiros 100 dias deste governo, poderíamos salvar 50 mil vidas se mantivermos isso. Espero que os negócios, a comunidade e as pessoas no Texas, os prefeitos, o condado, vai repensar isso. Espero que o governador repense isso. É apenas um pequeno pedaço de pano que é necessário", afirmou o conselheiro sênior da pandemia na Casa Branca, Andy Slavitt.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA