Famtur de brasileiros na Suíça começa em Lausanne; veja fotos

|


A suíça Francisca guiou Fernanda Maldonado (Switzerland Tourism), Ana Virginia Gutierre (TTW Group), Monica Nardo (SWISS/Lufthansa), Humberto Murakami (Get Out N About Travel e Travel Designers Group), Rafael Romeiro (FVO Travel), Renata Yano Franco (Teresa Perez Tours), Tuca Ratto (Travel Hunter e Baddha Group), Danilo Lima (CVC Corp) e Renata Garcia (Goya Travel by Copastur) na sexta-feira em Lausanne
A suíça Francisca guiou Fernanda Maldonado (Switzerland Tourism), Ana Virginia Gutierre (TTW Group), Monica Nardo (SWISS/Lufthansa), Humberto Murakami (Get Out N About Travel e Travel Designers Group), Rafael Romeiro (FVO Travel), Renata Yano Franco (Teresa Perez Tours), Tuca Ratto (Travel Hunter e Baddha Group), Danilo Lima (CVC Corp) e Renata Garcia (Goya Travel by Copastur) na sexta-feira em Lausanne
LAUSANNE, SUÍÇA - A sexta-feira dos operadores e agentes de viagens no famtur do Switzerland Tourism foi ensolarada e banhada pelo Lago Genebra (Lac Léman), o maior da Europa, mais precisamente na "melhor pequena cidade do mundo", segundo a revista Monocle. Lausanne tem aproximadamente 150 mil habitantes, dos quais 25 mil estudantes, é sede do Comitê Olímpico Internacional e, além de esportes, tem em cada uma de suas esquinas muito lifestyle, arte, história e luxo.

Vacinados, os profissionais tomaram café da manhã no Royal Savoy, onde estão hospedados, e logo saíram pelas ruas da cidade, onde relataram a sensação libertadora de poder tirar a máscara - a Suíça já não obriga mais o uso do utensílio a céu aberto. A primeira parada foi a Catedral de Lausanne, localizada no topo da cidade, onde a vista é estonteante. Datada do século 13, a igreja tem bela decoração, com destaque para o órgão localizado logo em sua entrada.

Catedral de Lausanne tem uma das melhores vistas da cidade
Catedral de Lausanne tem uma das melhores vistas da cidade
De lá, caminhadas, transporte público, com o Swiss Travel Pass passeio à beira do lago e uma visita ao incrível, intrigante e interativo museu olímpico. Ainda no calor dos jogos de Tóquio, os participantes do famtur relembraram as madrugadas em claro para acompanhar os brasileiros, conheceram as histórias desde a Grécia antiga, se divertiram e se emocionaram com essa que é uma parada obrigatória no destino. O Swiss Travel Pass dá acesso gratuito ao museu.

Confira as fotos no álbum ao final da nota.

ROYAL SAVOY LAUSANNE HOTEL & SPA
Se Lausanne é uma cidade equilibrada entre opções de lazer e corporativo, abrigando a matriz de grandes empresas, como a Nestlé, que fica na região, o hotel em que estão hospedados os brasileiros também consegue oferecer perfeitamente este match.

São dois edifícios, um com mais de 100 anos, de fachada tombada, focado em férias com classe, boa gastronomia, bar, charutaria, yoga e espaço ao ar livre. Outro com o maior ballroom da cidade, salas de reunião, quartos padronizados, com arquitetura mais moderna, pensado em grupos corporativos.

A propriedade ficou cinco anos fechada para reforma, período longo justamente por se tratar de um edifício tombado. O resultado foi uma arquitetura elegante combinada com quartos totalmente equipados com amenidades e tecnologia de alto padrão.

Construído do zero, o spa é "cheio de vida" como comentou um dos brasileiros no site inspection, com duas piscinas climatizadas, interna e externa, e várias salas de tratamento.

São quase 200 apartamentos, grande parte deles com vista para o lago e bem equipados. A Virtuoso assina embaixo.

BEAU-RIVAGE PALACE
O Brasil é o único mercado em crescimento no Beau-Rivage em comparação com o período pré-pandemia. Sendo a Suíça um dos únicos países europeus abertos para todas as vacinas aplicadas no País, o viajante brasileiro de alto padrão resolveu vir em peso, e nosso idioma está sendo frequentemente ouvido nos corredores desta elegante propriedade.

Os brasileiros fizeram um tour pelo Beau-Rivage e gostaram do que viram. Em condições normais, são 160 apartamentos divididos em dois edifícios. Contudo, um deles está em reforma, o que interdita 70 apartamentos até dezembro. Vem coisa boa por aí, garanteo hotel.

À beira do lago, o Beau-Rivage foi fundado em 1860. Tem dois bares e quatro restaurantes, um dos quais de Anne-Sophie Pic, a mulher que mais coleciona estrelas Michelin no mundo.

O Portal PANROTAS viaja a convite do Switzerland Tourism, com seguro GTA, incluindo proteção contra covid-19.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA