Áustria anuncia lockdown e torna vacinação obrigatória

|

Divulgação Booking.com
A medida foi influenciada pelo número de casos e a baixa adesão à vacinação
A medida foi influenciada pelo número de casos e a baixa adesão à vacinação
O chanceler da Áustria, Alexander Schallenberg, anunciou nesta sexta-feira (19) que as autoridades vão impor um novo lockdown de vinte dias em nível nacional e confirmou que a vacinação contra a covid-19 será obrigatória a partir de fevereiro. O país está com 65% da população vacinada e tem registrado mil casos a cada cem mil habitantes.

Com a medida, a Áustria se torna o primeiro país da União Europeia a impor a vacinação obrigatória em toda a população. Aqueles que se recusarem a se vacinar terão que enfrentar sanções administrativas.

"Não é uma decisão fácil para nós, mas diante do número de casos temos que tomar medidas como essa", afirmou Schallenberg, que ainda assinalou ser "doloroso" ter que impor tais restrições, uma vez que há vacinas suficientes para a população. "Não temos conseguido atrair gente suficiente para a vacinação", frisou o chanceler.

Após os vinte dias de confinamento, pessoas não vacinadas deverão se manter isoladas.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA