Santa Catarina ganhará complexo de Parque Náutico

|

Divulgação
As obras serão localizadas nas margens do Lago da Usina Hidrelétrica de Campos Novos (SC)
As obras serão localizadas nas margens do Lago da Usina Hidrelétrica de Campos Novos (SC)
O oeste de Santa Catarina, na região IGR do Vale dos Imigrantes, está prestes a ganhar seu primeiro Parque Náutico. O complexo ficará localizado às margens do lago da usina hidrelétrica de Campos Novos. O projeto contou com o apoio da população para seu desenvolvimento e é uma iniciativa da prefeitura municipal em parceria com o Grupo Eco & Eco, que faz parte do programa “Campos Novos 2045”, com o intuito de fomentar o Turismo e a economia da região. O valor aproximado do investimento na obra será de R$ 40 milhões, captados no formato de convênios com governo do Estado através da Santur, governo federal e também de parcerias público-privada.

O complexo contará com 38 elementos, entre eles: estacionamento com mais de 500 vagas, praia para balneabilidade segura, garagem náutica, rampa de acesso ao lago para embarcações de grande porte, trapiche para esportes aquáticos e pesca esportiva, deque de contemplação da Cachoeira do Rio Aguapé, quadras poliesportivas e de tênis, campo de futebol, 48 churrasqueiras acopladas aos espaços gourmet, funicular para deslocamento interno – com 100% acessibilidade, quiosques, templo ecumênico, centro de eventos, parque infantil, Praça do Chimarrão – que contará com lojas, restaurante, anfiteatro, Dog Park. Tudo isso estará integrado à natureza, com espaços de área verde.

“Todo trabalho para desenvolvimento do Parque Náutico Cachoeira do Aguapé contou com sistema participativo de gestão ouvindo e coletando ideias, opiniões e sugestões da sociedade campo-novense. Foram realizadas 15 reuniões com representantes de vários segmentos e equipe multidisciplinar de servidores, também foram realizados dois fóruns com a população da cidade. Temos certeza que essa construção será um marco importante para o desenvolvimento do Turismo regional”, disse o gestor de projetos de inovação no Grupo Eco & Eco, Wilson Miguel.

O Parque Náutico também contará com um sistema de geração de energia elétrica através de energia solar, que serão captadas a partir de módulos fotovoltaicos. Além disso, as construções terão um sistema de recolhimento de água da chuva, que será captada para cisternas, visando o abastecimento de todas as estruturas e jardins. Todas as edificações terão telhados verdes garantido o conforto térmico, permeabilidade e proporcionando um conceito paisagístico único.

Seguindo o conceito de menor impacto possível, os caminhos e acessos serão através de estruturas elevadas do solo para permitir a permeabilidade da superfície. Segundo os idealizadores do projeto, esse modelo é o ideal para desviar das árvores e das vegetações presentes no local, pois toda a vegetação existente será mantida, integrando a ocupação do homem e natureza de uma maneira menos nociva para todos.

As obras serão divididas em etapas de acordo com a liberação dos recursos até a conclusão de todo o processo. A primeira fase do trabalho será composta pela abertura das vias, rampa para acesso de embarcações ao lago e à praia. A segunda etapa consiste na melhoria dos 8 quilômetros de estrada que liga a SC 284 ao complexo, transformando o trajeto em Estrada Cênica Turística. O terceiro estágio contempla as demais obras do Parque Náutico incluindo as quadras, restaurantes, deques, espaço gourmet entre outras estruturas que estarão presentes no local.

Por fim, a fase final visa o programa de parcerias público-privada para implantação, operação e manutenção dos equipamentos monetizáveis como: serviços de marina, garagem náutica, funicular, lojas, eventos e programações culturais.

O lançamento oficial do projeto aconteceu no último dia 3 de fevereiro durante a cerimônia de abertura do programa Campos Novos 2045, que visa arrecadar mais de R$ 250 milhões de investimento na cidade. As obras estão previstas para começarem em março deste ano, após a obtenção das licenças ambientais.

Confira abaixo o vídeo do projeto:



 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA