Ubatuba (SP) cobrará taxa diária de turistas a partir de junho

|

PANROTAS / Rodrigo Vieira
A prefeitura de Ubatuba confirmou que passará a cobrar uma taxa de preservação ambiental que será cobrada de todos os veículos motorizados que entrarem na cidade
A prefeitura de Ubatuba confirmou que passará a cobrar uma taxa de preservação ambiental que será cobrada de todos os veículos motorizados que entrarem na cidade
Viajantes que quiserem conhecer ou voltar às praias de Ubatuba, no litoral paulista, terão mais uma despesa a partir de junho. A prefeitura da cidade confirmou que passará a cobrar uma taxa de preservação ambiental que será cobrada de todos os veículos motorizados que entrarem na cidade, assim como já é feito com veículos de excursões.

O valor começa a ser cobrado com a virada do mês e deve ser pago por meio de equipamentos semelhante a radares, que lerão as placas dos veículos que entrarem no município. Estão isentos automóveis licenciados em Ubatuba e cidades da região ou cadastrados no site EcoUbatuba.com.br.

Segundo informou o site oficial da cobrança municipal, o pagamento poderá ser feito por meio de postos oficiais espalhados pelos bairros da cidade.

Há também a possibilidade de pagar a taxa pela internet ou com tags já utilizadas para pagamento de pedágio. O prazo máximo para pagamento sem incidência de juros e multa é 30 dias a partir da data de entrada em Ubatuba.

COBRANÇAS E VALORES
Os valores são cobrados por cada dia de permanência no destino. Eles variam de acordo com o tipo de veículo que chega à cidade.

Motocicleta, motoneta e bicicleta a motor: R$ 3,50
Veículos de pequeno porte (passeio/automóvel): R$ 13
Veículos utilitários (caminhonete e furgão): R$ 19.50
Ônibus: R$ 92
Micro-ônibus e caminhões: R$ 59
Veículos de excursão (Vans): R$ 39
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA