ECONOMIA E POLÍTICA

Brasil e Emirados Árabes assinam acordo de cooperação

DA AGÊNCIA BRASIL
José Cruz/ Agência Brasil
Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (à direita), cumprimenta o chanceler dos Emirados Árabes, no Itamaraty, Abdullah bin Zayed Al Nahyan; ao fundo, o chanceler brasileiro Ernesto Araújo
Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (à direita), cumprimenta o chanceler dos Emirados Árabes, no Itamaraty, Abdullah bin Zayed Al Nahyan; ao fundo, o chanceler brasileiro Ernesto Araújo
O Brasil e os Emirados Árabes assinaram hoje um acordo de cooperação e facilitação de investimentos. O objetivo é estimular, simplificar e apoiar investimentos bilaterais, além de abrir novas oportunidades de integração entre os dois países por meio de ambiente favorável aos negócios aos investidores, segundo a Agência Brasil.

O chanceler Ernesto Araújo e o ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional dos Emirados Árabes, Abdullah bin Zayed Al Nahyan, também assinaram no Palácio Itamaraty tratados sobre assistência jurídica mútua em matéria penal e sobre extradição. O intuito é promover cooperação entre os dois países para fortalecer a repressão ao crime por meio de ações conjuntas voltadas para a extradição de criminosos que fugiram para o Exterior.

E o chanceler dos Emirados Árabes assinou memorando de entendimento para cooperação em turismo com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. O acordo prevê ações para facilitar os procedimentos alfandegários para intensificar o fluxo de viagens e a atração de investimentos entre os dois países

Segundo Araújo, o Brasil pretende atrair mais investimentos do país, “sobretudo com o potencial dos fundos de investimento dos Emirados Árabes”. “Discutimos temas bilaterais na área de comércio e investimentos e, com grande destaque, temas regionais. Ouvimos sua percepção sobre a situação do Oriente Médio, com seus vizinhos, o Iêmen, por exemplo, e sobre o terrorismo naquela região. O Brasil está pronto para apoiar os esforços em favor da paz e da estabilidade na região”.

O xeique Abdullah também destacou o comércio promissor e a disposição do país de aumentar as oportunidades de negócios. De acordo com o governo brasileiro, o intercâmbio comercial bilateral atingiu, no ano passado, US$ 2,6 bilhões. Estima-se que os investimentos dos Emirados Árabes no Brasil superem US$ 5 bilhões.


*Fonte: Agência Brasil

conteúdo original: https://bit.ly/2F4PAK3
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA