Argentina regulamenta imposto sobre viagens ao Exterior

|

A Administração Federal de Receita Pública da Argentina (Afip) finalmente regulamentou o Imposto para uma Argentina Inclusiva e Solidária (Pais). Com a decisão, uma taxa de 30% será cobrada sobre os gastos realizados no Exterior, incluindo bilhetes aéreos. A medida também inclui os voos operados pela Aerolíneas Argentinas, que até então ainda estavam em debate.

Wikicommons
Casa Rosada, em Buenos Aires, é a sede do governo argentino
Casa Rosada, em Buenos Aires, é a sede do governo argentino
De acordo com o governo argentino, o objetivo do imposto é ajudar no fomento do desenvolvimento nacional com equidade e sustentabilidade fiscal, sendo que a cobrança será realizada sobre transações realizadas a partir de 23 de dezembro de 2019.

No caso de viagens de ônibus para países vizinhos, os argentinos não terão que pagar o novo imposto, porém, o Buquebus (balsa que faz conexão com o Uruguai) será taxado. Para saber todos os detalhes sobre a regulamentação, clique aqui (documento em espanhol).


*Fonte: Clarín

conteúdo original: https://bit.ly/307rdpc
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA