MTur investe R$ 1 bilhão em infraestrutura turística em 2020

|


Divulgação
A Avenida Borges de Medeiros, em Gramado (RS) recebeu R$ 3,5 milhões em investimentos do MTur
A Avenida Borges de Medeiros, em Gramado (RS) recebeu R$ 3,5 milhões em investimentos do MTur
Em um ano marcado por impactos da pandemia, a Secretaria Nacional de Infraestrutura Turística do Ministério do Turismo (SNINFRA) contabilizou a entrada de 980 obras em todo o País, com um investimento total de R$ 995 milhões em serviços como pavimentação asfáltica, revitalização de orlas, reforma de parques e construção de praças. Os desembolsos representam uma alta de 123% na comparação com 2019, quando o valor chegou a R$ 445,6 milhões.

A região Nordeste concentra os maiores aportes, de R$ 470,8 milhões, que permitiram a finalização de 389 trabalhos. Um deles foi a instalação de um elevador sobre trilhos no mirante do Morro Santa Terezinha, em Fortaleza, que recebeu R$ 500 mil a fim de facilitar o acesso de pessoas com mobilidade reduzida. Já o Sul teve destinados cerca de R$ 187 milhões, que proporcionaram a entrega de 285 obras, como a revitalização da avenida Borges de Medeiros, um dos principais pontos turísticos de Gramado (RS).

A região Sudeste, por sua vez, recebeu R$ 140,5 milhões dos investimentos do MTur em 2020, que permitiram a conclusão de 153 projetos, como a iluminação turística na orla de Saquarema (RJ). A região Norte teve assegurados R$ 117,1 milhões, que proporcionaram a entrega de 59 obras, incluindo avanços na construção e adequação da orla do rio Araguaia em Xambioá (TO). Já o Centro-Oeste foi contemplado com R$ 79,5 milhões, que permitiu finalizar 94 obras, como a construção do Centro de Cultura e Lazer Casa de Vidro em Goiânia.

Ao longo de 2020, também foram iniciadas 468 obras de infraestrutura turística em todo o País, a partir de um investimento de cerca de R$ 84 milhões do MTur. Atualmente, o órgão administra uma carteira de 3.497 trabalhos no Brasil, que somam repasses totais de R$ 3,4 bilhões, dos quais R$ 1 bilhão já foi executado. As obras são realizadas, preferencialmente, nos municípios que constam do Mapa do Turismo Brasileiro, ferramenta do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) que orienta a aplicação de recursos públicos em destinos que adotam o Turismo como estratégia de investimento e alternativa de retorno econômico.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA