Apresenta faz balanço dos pleitos do setor de entretenimento ao governo

|

Marina Marcondes
Durante os encontros, a associação tratou especificamente de pautas relacionadas à cidade do Rio de Janeiro
Durante os encontros, a associação tratou especificamente de pautas relacionadas à cidade do Rio de Janeiro
A Apresenta, Associação dos Promotores de Eventos do Setor de Entretenimento e Afins, esteve na capital do País nesta semana, participando da Missão Brasília. A ação foi liderada pela Frente Parlamentar em Defesa da Produção Cultural e do Entretenimento, entre os dias 8 e 10 de fevereiro, atuando em prol da aprovação do PL 5.638/2020. Durante os encontros promovidos pela associação, o projeto de lei ganhou força e representatividade, em busca da recuperação do setor de eventos.

O PL 5.638/2020, de autoria do deputado Felipe Carreras e de coautoria de dezenas de outros deputados, objetiva a aprovação de um pacote emergencial de apoio com medidas efetivas de auxílio à indústria do entretenimento. Após articulação por parte da Apresenta, um importante passo foi conquistado com a aprovação do Requerimento de Urgência para o PL, que cria o Programa Emergencial para a Retomada do Setor de Eventos-PERSE.

O presidente da Apresenta, Pedro Guimarães, participou do encontro promovido pela Frente Parlamentar em Defesa da Produção Cultural e do Entretenimento e pela Abrape. Junto com empresários e líderes de entidades empresariais do setor, como a Abeoc e o IFEA, Pedro se reuniu com mais de 100 parlamentares em busca do apoio necessário para a aprovação do PL 5.638/2020. Diante da aceitação do requerimento, o projeto está disponível para ser pautado e depois levado à votação, a qualquer momento, na Câmara Federal.

Durante a estada em Brasília, a Apresenta desenvolveu diversas pautas fundamentais ao setor de entretenimento, como a reunião com o secretário especial de Cultura, Mario Frias, para reiterar o apoio e dialogar sobre o melhor dimensionamento da nova linha de crédito, que será destinada às empresas do setor, bem como para reforçar a importância da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Essa nova linha de credito, no valor de R$ 406 milhões, foi anunciada no dia 9 de fevereiro pelo próprio secretário e provém do Fundo Setorial.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA