Turismo busca novos auxílios ao setor com Paulo Guedes

|




Divulgação/FBHA

Novos auxílios para o setor de Turismo são solicitados por representantes da indústria ao ministro da Economia, Paulo Guedes. Entre os presentes na videoconferência realizada nesta semana esteve o presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Alexandre Sampaio.

Ele conta que um dos pleitos do segmento é a urgência de aprovação do PL 5638/20, que cria o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse). "O Perse busca parcelar débitos das empresas dos setores de Eventos e Turismo com o fisco. Além disso, ele atua com medidas para compensar a perda de receitas devido à pandemia. Estamos lutando pela sobrevivência do nosso segmento", contextualiza Sampaio.

O texto também está ligado à alíquota zero do PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) por 60 meses, além da extensão, até 31 de dezembro de 2021, do Programa Emergencial de Acesso a Crédito (Peac) para empresas turísticas.

"Vale mencionar também que a medida traz o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda para as áreas em que atuamos. De modo geral, o governo garante o pagamento de parte do seguro-desemprego ao trabalhador que, por sua vez, foi afetado com a suspensão ou redução do seu contrato de trabalho", conclui o presidente da FBHA.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA