Veja as 10 atividades econômicas que mais abriram empresas em 2021

|


Pixabay
O comércio varejista de vestuário lidera o ranking de novos negócios em 2021
O comércio varejista de vestuário lidera o ranking de novos negócios em 2021
Ao contrário do que possa parecer, a pandemia de covid-19 não tem impedido as pessoas de empreender no País. Um levantamento realizado pelo Sebrae identificou as dez atividades econômicas que mais atraíram a atenção dos empreendedores brasileiros com oportunidades de negócios em 2021. Ao todo, essas atividades já geraram mais de um milhão de novas empresas em apenas quatro meses. No ano passado, foram registrados cerca de quatro milhões de novos CNPJ registrados e, em 2019, 3,2 milhões de novos negócios abertos.

ATIVIDADES EM DESTAQUE EM 2021
No topo da lista, está o comércio varejista de vestuário e acessórios com aproximadamente 56 mil novos CNPJ abertos neste ano. Em segundo lugar, está a promoção de vendas, com 46 mil novas empresas, seguida por cabeleireiro, manicure e pedicure (36,5 mil). O segmento de restaurantes aparece em sétimo lugar, com 28 mil novos CNPJ abertos em 2021, enquanto lanchonetes e similares aparece em oitavo, com 24 mil.

Confira as top 10 atividades econômicas dos empreendedores em 2021:

  1. Comércio varejista de vestuário e acessórios – 56 mil
  2. Promoção de Vendas – 46 mil
  3. Cabeleireiro, manicure e pedicure – 36,5 mil
  4. Fornecimento de alimentos preparados para consumo domiciliar – 32,5 mil
  5. Obras de alvenaria – 32 mil
  6. Serviços de documentação e apoio administrativo – 29,5 mil
  7. Restaurantes – 28 mil
  8. Lanchonetes, casas de chá, sucos e similares – 24 mil
  9. Transporte de cargas – 22 mil
  10. Comércio Varejista de bebidas – 21 mil
No ano passado, o setor de atividades políticas foi o que mais abriu empresas, com 562 mil, seguido por lojas de vestuário e acessórios, com 200 mil. Já em 2019, lojas de vestuário liderou o ranking com 179 mil novos negócios, seguido pelo setor de cabeleireiro, manicure e pedicure com 164 mil.
Divulgação/Sebrae

EMPREENDIMENTOS QUE FECHARAM AS PORTAS
Em 2021, até o mês de abril, cerca de 317 mil empreendimentos fecharam suas portas. Em 2020, foram cerca de um milhão de empreendimentos, enquanto em 2019, 1,2 milhão. O setor de lojas de roupas e acessórios foi o que mais fechou as portas nos três anos.

Por estado, São Paulo lidera o saldo de abertura menos fechamento de novos negócios em 2021, já que registrou 299,6 mil novas aberturas e 89,5 mil fechamentos, totalizando saldo de 210 mil. Em seguida, aparecem Minas Gerais, com saldo de 77,3 mil, e Rio de Janeiro, com saldo de 76,3 mil. No top 5 Estados com maior saldo, aparecem ainda Paraná, com 50,4 mil, e Rio Grande do Sul, com 41,4 mil.

Divulgação/Sebrae
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA