CNC prevê crescimento de 18% em receita para o Turismo

|


Divulgação
O ecoturismo, uma das apostas para a retomada, se destaca pelos acampamentos de luxo
O ecoturismo, uma das apostas para a retomada, se destaca pelos acampamentos de luxo
De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o Turismo deve ter um crescimento de 18,8% no volume de receitas em 2021. Esse número provoca otimismo para empresas do setor neste dia Dia Mundial do Turismo, comemorado nesta segunda-feira (27), já que 75% do setor projeta crescimento ou estabilidade econômica nos próximos meses, segundo a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA).

Em Pirenópolis (GO), cresce a aposta em ecoturismo. A cidade recebeu recentemente sua primeira hospedagem glamping, uma tendência que está se fortalecendo pelo mundo. Trata-se do Olho do Dragão Mountain House, localizado na Shambala Piri, uma estância de casas de veraneio a sete quilômetros da cidade. Ele contempla os turistas que buscam mais contatos com a natureza, mas não querem deixar de lado o conforto proporcionado pelos hotéis, resorts e pousadas.

“O espaço permite contemplar todos os benefícios da natureza, mas sem perder esse conforto com um banho quente, o uso de ar-condicionado durante um dia quente, se aquecer com o calefator ou até mesmo acessar a internet para resolver alguma demanda do trabalho ou entrar em contato com os amigos e familiares”, explica o empreendedor Neylon Jacob.

Divulgação
O glamping permite que o hóspede contemple a paisagem do Cerrado
O glamping permite que o hóspede contemple a paisagem do Cerrado
Com mais de 100 metros quadrados, o glamping de Piri está a dois metros do chão. É composto de uma tenda geodésica com área interna de 38m², com calefação interna, ar condicionado, canais de streaming e wi-fi, além de amenities e blends. De todos os ângulos, da cama ou da bancada da cozinha, que é adaptável para o home office também, será possível contemplar a paisagem.

Mesmo construído a dois metros do chão, o Olho do Dragão, conta com rampas e ambientes adaptados para cadeirantes. De acordo com Jacob, os móveis foram projetados e distribuídos pelo glamping para não atrapalhar a circulação pelo espaço e com condições de acessibilidade.

O glamping recebeu o nome de Olho do Dragão porque tem o objetivo de despertar os hóspedes para a fantasia que gira em torno dessa figura mística. Toda a arquitetura da casa lembra um olho e a própria janela e iluminação interna em tons mais quentes tem o objetivo de lembrar o olho de um dragão. “Nossa inspiração foi na cultura oriental, que considera o dragão como figura benevolente que representa força, nobreza e sorte. Ao longo dos séculos, foi visto como símbolo de riqueza espiritual e de poder imperial, responsável por prover fortuna, abundância e prosperidade”, destaca o empreendedor.

A nova atração de Pirenópolis está disponível para locações no portal do Airbnb e no site.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA