BRF doa insumos e alimentos para ajudar no combate a covid-19

|

A BRF doou R$ 50 milhões em alimentos, insumos médicos e apoio a fundos de pesquisa e desenvolvimento social, para contribuir com os esforços de combate aos efeitos da pandemia da covid-19. A ação alcançará hospitais, Santas Casas, organizações de assistência social e profissionais de saúde nos Estados e municípios em que a empresa possui operação.

No Brasil, a iniciativa contempla, em um primeiro momento, cerca de 60 hospitais em 50 cidades de nove Estados. Somente nas instituições hospitalares, incluindo hospitais de campanha, as doações deverão favorecer mais de 15 mil pessoas por dia, por meio de cerca de 2,5 milhões de refeições pelos próximos três meses.

Além disso, a empresa prevê a doação de insumos médicos, como testes e termômetros, de equipamentos de proteção individual, como capas plásticas, toucas e batas descartáveis, álcool em gel, respiradores e outros que se façam necessários. Os materiais serão destinados, prioritariamente, a instituições de saúde dos estados e municípios onde a BRF possui unidades produtivas, centros de distribuição e escritórios corporativos.

unsplash
POSTOS DE TRABALHO
Além disso, a BRF se comprometeu, durante este período de incertezas, a manter todos os postos de trabalho nos meses de abril e maio, efetuando apenas as movimentações normais no curso regular de suas operações.

A empresa ainda reiterou que está contratando mais de duas mil pessoas, entre colaboradores próprios e terceiros, para manter a produção e o abastecimento e substituir os funcionários considerados do grupo de risco que foram preventivamente orientados a permanecer em casa.

“Vamos fazer tudo o que for possível para proteger nossas pessoas, suas famílias e para ajudar a população a superar o mais rapidamente possível as consequências da covid-19. As doações que faremos e o compromisso de manter nosso quadro de colaboradores são uma forma de apoiar e proporcionar algum conforto nesse momento de incertezas”, disse o CEO da BRF, Lorival Luz.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA