Acionistas da CVC Corp decidem entrar com ação contra Falco e Fogaça

|


Luiz Eduardo Falco e Luiz Fernando Fogaça
Luiz Eduardo Falco e Luiz Fernando Fogaça


Realizada ontem, a Assembleia Geral da CVC Corp aprovou a entrada de ação judicial contra os ex-administradores Luiz Eduardo Falco (ex-CEO e ex-presidente do Conselho), Luiz Fernando Fogaça (ex-CEO e ex-CFO) - dois que já se posicionaram sobre a possibilidade da ação, há cerca de um mês - Leopoldo Saboya (ex-CFO) e Jacques Douglas Varaschim, ex-diretor de TI, por conta de erros contábeis entre 2015 e 2019, que levaram a prejuízo de R$ 362 milhões aos cofres da companhia. A recomendação da ação havia sido feita, há um mês,pelo Conselho de Administração.

A ata da assembleia fala em “atos de gestão que resultaram, contribuíram ou de qualquer forma permitiram a ocorrência de distorções contábeis refletidas nas demonstrações financeiras”. “A companhia se reservará o direito de tomar todas as medidas legais aplicáveis para se ressarcir de todas as perdas e danos sofridos em decorrência de tais atos de gestão”, continua o trecho que cita o caso. Não houve votos contrários à decisão.

A assessoria de comunicação da CVC Corp emitiu a seguinte nota oficial sobre o tema:

“Em assembleia geral realizada ontem (27/04), os acionistas da CVC Corp decidiram pelo ingresso da ação contra os ex-administradores da empresa. O processo arbitral, como é da sua natureza, seguirá sob confidencialidade. Na assembleia também foram aprovadas outras matérias que não guardam relação com a questão das distorções contábeis.”

Acesse aqui a ata completa da assembleia.

E saiba mais em https://ri.cvc.com.br/.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA