Movida

Victor Fernandes   |   15/05/2023 11:35   |   Atualizada em 15/05/2023 11:36

Mondee registra 1T23 forte e aumenta projeção de receita para 2023

Aquisições das brasileiras Orinter e Interep e da mexicana Consolid devem fortalecer resultados da empresa

Reprodução LinkedIn
Prasad Gundumogula, CEO da Mondee
Prasad Gundumogula, CEO da Mondee
A Mondee Holdings, empresa americana proprietária da Orinter e da Interep, anunciou hoje (15) os resultados financeiros do primeiro trimestre encerrado em 31 de março de 2023. Entre os destaques, está a receita líquida de US$ 49,9 milhões no trimestre e o reajuste da projeção de receita líquida para o acumulado de 2023 para entre US$ 240 milhões e US$ 245 milhões.

"O primeiro trimestre de 2023 da Mondee foi marcado por um forte desempenho operacional e financeiro", disse Prasad Gundumogula, fundador, presidente e CEO da Mondee. "Ampliamos nossa presença na América Latina por meio das aquisições da Consolid, Interep e Orinter, fortalecemos nossa equipe de liderança com a nomeação de Jesus Portillo como CFO e Meredith Waters como Conselheira Geral, lançamos uma rede de influenciadores e afiliados especializados e fizemos progresso significativo em nossa tecnologia de última geração. Alcançamos um aumento de receita líquida de 128% em relação ao 1T22 com uma margem EBITDA ajustada de 8%, e aumentamos nossa orientação para 2023 à medida que a China e a Ásia-Pacífico continuam se recuperando, enquanto nossos produtos orgânicos e inorgânicos iniciativas ganham força", completou.

Confira abaixo os destaques financeiros da Mondee no primeiro trimestre de 2023.

  • A receita bruta de US$ 699 milhões no trimestre foi 146% dos US$ 463 milhões no primeiro trimestre de 2022 (“1T22”).
  • A receita líquida de US$ 49,9 milhões no trimestre foi 128% dos US$ 39,1 milhões no 1T22.
  • Perda líquida de US$ 13,3 milhões no trimestre, aproximadamente US$ 9 milhões, dos quais itens não monetários e/ou não recorrentes, em comparação com a perda líquida de US$ 7 milhões no 1T22.
  • O EBITDA ajustado de US$ 4 milhões no trimestre foi 180% do EBITDA ajustado do 1T22 de US$ 2,2 milhões.

“Começamos 2023 com um forte desempenho financeiro no primeiro trimestre, gerando aproximadamente US$ 50 milhões em receita líquida, um aumento de 28% ano a ano em aproximadamente US$ 700 milhões em receita bruta do mercado, representando uma taxa de participação de 7,1%”, disse Jesus Portillo, diretor financeiro da Mondee.

“Igualmente importante é a melhoria contínua da Mondee na lucratividade e na força do balanço patrimonial, com o EBITDA ajustado do primeiro trimestre de 2023 quase dobrando para aproximadamente US$ 4 milhões, de pouco mais de US$ 2 milhões no 1T22. Como parte da implementação de nossos aprimoramentos contínuos de plataforma e melhorias de produtividade, assumimos um encargo único de reestruturação para ações no primeiro trimestre, à medida que continuamos a dimensionar corretamente nossos centros de operações e fornecer uma plataforma sólida para crescimento. Saímos do trimestre com aproximadamente US$ 60 milhões em caixa e US$ 150 milhões em dívidas", completou.

PERSPECTIVA FINANCEIRA 2023

Incluindo crescimento orgânico e inorgânico, ou seja, as aquisições da Consolid, Interep e Orinter; a Mondee está fornecendo as seguintes projeções para seu primeiro ano completo como uma empresa pública que termina em 31 de dezembro de 2023:

  • A Receita Líquida está projetada para ficar na faixa de US$ 240 milhões a US$ 245 milhões, representando um crescimento ano a ano de 52%, medido no ponto médio.
  • O EBITDA ajustado está projetado para ficar na faixa de US$ 40 milhões a US$ 45 milhões, representando um crescimento ano a ano de 258% e uma margem de 17,5%, medida no ponto médio.

"Esperamos continuar entregando crescimento lucrativo à medida que capitalizamos a recuperação do mercado de viagens internacionais, continuamos a expandir geograficamente e alavancamos nossa tecnologia aprimorada para expandir produtos e aumentar a participação no mercado", comunicou a Mondee.

DESTAQUES DE NEGÓCIOS

  • Adquiriu uma empresa brasileira de viagens B2B, a Orinter, que "fortalece a posição da Mondee no mercado de viagens brasileiro e latino-americano, ao mesmo tempo em que fornece produtos de viagem adicionais de alta qualidade e serviços localizados para a rede de distribuição de 55 mil especialistas da Mondee. O portfólio da Orinter inclui 4.900 especialistas em viagens, bem como hotéis locais complementares, pacotes e relacionamentos de transporte terrestre que serão adicionados ao mercado de conteúdo e distribuição da Mondee, que esperamos trazer sinergias significativas e oportunidades de vendas cruzadas. A Orinter é uma empresa de crescimento disruptivo em um mercado de alto crescimento, evidenciado por sua receita líquida CAGR de 2019–2022 de 38%, apesar de dois anos completos da pandemia. Esta aquisição foi executada de forma acretiva em aproximadamente quatro vezes o EBITDA ajustado de 2022".

  • Aquisição da Interep, uma empresa brasileira de viagens B2B de luxo, "com 40 anos de história operacional, atende viajantes a lazer de alto nível e clientes corporativos limitados por meio de uma rede de distribuição de 3.100 afiliadas. A empresa experimentou um crescimento forte e lucrativo, dobrando sua receita líquida em comparação com os níveis pré-pandemia. A aquisição da Interep pela Mondee expande e diversifica sua presença na América Latina e aprimora suas ofertas de produtos no mercado de luxo. A transação implica pouco mais de três vezes o EBITDA ajustado de 2022".

  • Adquiriu a Consolid, empresa mexicana de viagens aéreas e terrestres B2B2C, atendendo a cerca de mil clientes em todo o mundo. "Está sediada na Cidade do México e possui um portfólio global, com foco no México e em outros países da região da América Central e do Sul. Existem oportunidades substanciais para implantar a tecnologia da Mondee para aprimorar as ofertas de produtos e serviços para a base de clientes, bem como sinergias de vendas cruzadas entre as várias divisões de negócios da Mondee. A Mondee adquiriu a Consolid por aproximadamente quatro vezes o EBITDA ajustado de 2022".

A Mondee ainda comunicou que "pretende continuar sua estratégia disciplinada de fusões e aquisições em 2023, adicionando produtos valiosos e presença geográfica".

Tópicos relacionados

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

Mais notícias