Decisão do Conama pode acabar com Turismo e natureza, diz Jeanine Pires

|


MKT Destinos/ Reprodução
A decisão do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente) de mudar a resolução de duas décadas que protegia as áreas de restinga e manguezais é a discussão que a ex-presidente da Embratur e especialista em marketing de destinos, Jeanine Pires, propõe no seu post mais recente no blog MKT Destinos, no Portal PANROTAS.

Ela explica que a norma tem o objetivo de especificar os parâmetros nacionais para Áreas de Preservação Permanente (APP), que são regiões cobertas ou não por vegetação nativa, com a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica e a biodiversidade, facilitar o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo e assegurar o bem-estar das populações humanas.

Para Jeanine, essa decisão, se for mantida, é extremamente grave – lembrando que essa decisão foi suspensa pelo STF para análise. Pode levar à destruição irreversível dessa biodiversidade e, também, inviabilizar não só a paisagem e a experiência turística, mas os investimentos.

E o que você acha sobre o assunto?

Leia o artigo na íntegra e dê a sua opinião.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA