Miguel Falabella encerra Fórum PANROTAS com reflexões sobre a vida

|


PANROTAS/ Gute Garbelotto
Miguel Falabella fez o público se emocionar em meio a risadas e reflexões comportamentais
Miguel Falabella fez o público se emocionar em meio a risadas e reflexões comportamentais
Para encerrar a 19ª edição do Fórum PANROTAS em grande estilo, Miguel Falabella trouxe sua palestra “Viver e Sonhar em Voz Alta” ao palco da FecomercioSP, na capital paulista. Com muito bom humor, Falabella utilizou sua experiência de anos para falar de assuntos que vão desde as relações interpessoais até a postura do ser humano em relação ao seu trabalho e vida.

Para ele, memórias nos ajudam a viver com mais sabedoria e, se acompanhadas de emoção, ajudam a tornar a vida mais fácil. “Ultimamente estou me apresentando com a palavra felicidade. Talvez, não a felicidade, mas a busca por felicidade. A busca pela felicidade é o bem mais distribuído que há no planeta. Felicidade tem tudo a ver com filosofia, o amor pela sabedoria e por conhecer, e o amor por entender quem você é, que espaço você ocupa no planeta e o que você pretende fazer”, disse.

O ator, roteirista e apresentador trouxe recordações da carreira, dizendo que após 38 anos foi demitido da última emissora na qual trabalhou e depois precisou se reinventar. A inspiração para essa nova jornada se deu no seu avô, que viveu durante as guerras do século 1920 e, ainda sim, dizia que valeu a pena passar por tudo que houve. Segundo Falabella, seu avô foi um homem que se reinventou a vida inteira e ele seguiu o exemplo. Assim, o ator inventou a receita do “bem viver”, criando dez ingredientes para viver a vida com mais leveza e sabedoria.

“O primeiro se baseia na poesia, que anda tão esquecida hoje em dia. Uma vida sem metáforas, é uma vida sem significados. Com as metáforas, a vida é mais produtiva e interessante, até economicamente melhor. É fundamental ter um olhar poético para as pessoas e a vida”, afirmou o ator.

O segundo ingrediente da receita de Falabella é a comunicabilidade, na qual se olha para o outro com empatia, fazendo o exercício de se colocar no lugar da outra pessoa. Ele exemplifica com uma situação pessoal, na qual dirige espetáculos que envolvem mais de 100 pessoas e se faz necessário falar a língua de cada um especificamente, sem ser tirânico.

Já o terceiro fator consiste na disciplina e ainda pontua que a disciplina é libertária. “Eu devo esse aprendizado a Claudia Raia, porque ela sempre foi muito disciplinada, talvez, pelo fato de ela ser bailarina. Então, ela me ensinou que a disciplina é maravilhosa, facilitadora e libertária”, disse.

Além disso, no quarto ingrediente, a adaptabilidade se faz protagonista na lista do ator. “Hoje em dia a adaptabilidade não pode faltar, porque o mundo muda com muita rapidez e temos de nos adaptar às novas situações que surgem", analisou Miguel.

Entre o restante dos ingredientes, como praticidade, agendamento interno, originalidade, pertencimento, persistência e generosidade, Falabella fez o público se emocionar em meio a risadas, além de provocar reflexões comportamentais sobre a relação entre sonhos e vida, no âmbito social e profissional.


O Fórum PANROTAS acontece nos dias 21 e 22 de junho, no Centro Fecomercio de Eventos em São Paulo, e conta com a aliança institucional da CNC e o patrocínio da Accor, Aerolineas Argentinas, Air Europa, Ancoradouro, AquaRio, Visit Argentina, Aviva, BWH Hotel Group, Coris Seguro Viagem, CVC Corp, Delta Air Lines, Easy Travel Shop, Elo, Enjoy Hotéis & Resorts, FecomercioSP, Fortaleza, Gol Air France KLM, GTA Assist, Iberostar Hotels & Resorts, Latam, Localiza, Mato Grosso do Sul, Mondiale Operadora, Movida, Omnibees, R1 Audiovisual, Royal Palm Hotels & Resorts, Sabre, Sebrae, Sheraton São Paulo WTC Hotel, Tes Cenografia, Viagens Promo, Villa Blue Tree, Visite São Paulo e apoio da Goya by Copastur, Hyper English, Rio CVB, Shift, Tour House e TRVL Lab.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA