PESQUISAS E ESTATÍSTICAS

Como a geração Z influencia nas decisões de viagens em família

Pixabay

Notavelmente um dos públicos mais conectados com a internet, a geração Z, formada por jovens que hoje contam com idades entre três e 23 anos, representam hoje cerca de 25% da população dos Estados Unidos, segundo dados da revista Forbes.

E por mais que a idade ainda seja baixa, de jovens que vão da pré-escola para no máximo pré-formados em alguma graduação, essa geração tem grande poder de influência nas decisões das viagens de sua família, de acordo com a edição 2018 do Virtuoso Luxe Report.

A pesquisa, realizada entre consultores de viagens afiliados da Virtuoso para antecipar tendências no mercado de viagens de luxo e experiências, revelou que 90% deles identificaram influências de jovens de até 23 anos na hora da escolha de um destino por famílias.

Cinco principais maneiras da geração Z realizar tal influência foram apontados pelos consultores: a procura por experiências ativas; o seu forte envolvimento na hora das famílias planejarem as viagens; a escolha de destinos por influência de outros viajantes (por meio do boca a boca, redes sociais e até por reviews); a busca de destinos considerados incomuns e, por fim, a procura por locais e experiências com apelo visual para redes sociais.

"Os representantes da geração Z buscam experiências autênticas e únicas, como aventuras que só podem ser realizadas em um destino específico. Eles já conhecem grande parte do mundo e, portanto, viajam com uma mentalidade global", analisou a Virtuoso na pesquisa, enxergando as ações e decisões dos nativos digitais como amplamente influenciadas por colegas nas redes sociais e pelo apelo do compartilhamento nas redes sociais.

Vale ressaltar que, nos Estados Unidos, a geração Z já tem um poder de compra de US$ 43 bilhões, e influencia em US$ 600 bilhões os gastos familiares, de acordo com a Fundação da Câmara de Comércio do país.


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA