Latino-americanos tiram férias mais longas; veja como capitalizar | Pesquisas e Estatísticas | PANROTAS
PESQUISAS E ESTATÍSTICAS

Latino-americanos tiram férias mais longas; veja como capitalizar


Os viajantes latino-americanos estão tirando férias mais longas, segundo informa uma pesquisa da Expedia. De acordo com os números obtidos, apesar de estarem conscientes dos próprios orçamentos, os viajantes da região têm optado por mais atividades e experiências exclusivas apesar do preço — nem que para isso visitem o próprio país, apontam 64% dos consultados.

“Embora a preferência esteja nas viagens nacionais, eles geralmente estão indecisos sobre o destino, e recorrem a uma variedade de fontes de inspiração e informação. Isso indica uma oportunidade significativa para os profissionais de marketing atingirem e influenciarem esse público em todo o caminho para até a compra”, salienta a diretora sênior da América do Norte e Latina da Expedia, Jennifer Andre.

A pesquisa, que contou com a opinião de usuários da Argentina, Brasil e México, ainda aponta que, em média, os latino-americanos estão realizando quase cinco viagens por ano. Além disso, metade deles recorreram aos produtos disponibilizados por OTAs durante o processo de planejamento das viagens. Em contrapartida, 49% efetivamente fecharam a compra de pacotes nas agências on-line.

COMO ELES VIAJAM?
A pesquisa demonstra que os latinos estão viajando duas vezes mais a lazer que por negócios. Argentinos e brasileiros (com uma duração média de viagem de mais de 11 dias) estão fazendo viagens mais longas, quando comparados a outros países ao redor do mundo. O avião é o meio de transporte preferido para dois terços dos viajantes da América Latina e 69% se hospedam em hotéis quando estão fora de casa.

ORÇAMENTO E TIPOS DE VIAGENS
Segundo a Expedia, oito em cada dez viajantes disseram que o orçamento é um fator primordial para pesquisar e reservar uma viagem — o que pode ser uma oportunidade para os profissionais de marketing integrarem ofertas, descontos e dicas para atingir os turistas da América Latina. Hotel, passagem aérea e comida representam mais de 60% do orçamento total de viagem, enquanto compras, atrações e transporte referem-se aos outros 30%. Em contrapartida, 60% optam por viagens relaxantes, seguidas de visitas familiares e turísticas.

INFLUÊNCIAS E PUBLICIDADE
É a partir de inspirações que muitos viajantes escolhem os destinos. Ao todo, cerca de 82% afirmaram que o conteúdo informativo de destinos e marcas de viagens pode influenciar as decisões. Além disso, 71% disseram que os anúncios podem ser os influentes e quase 90% desses turistas disseram que procuram ofertas antes de tomar uma decisão.

Outro fator importante é a publicidade, sendo que 60% dos entrevistados afirmam que anúncios com ofertas atraentes podem ser influentes. Além disso, aproximadamente metade acredita que anúncios com conteúdo informativo ou imagens atraentes também influenciam as decisões de compras.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA