PESQUISAS E ESTATÍSTICAS

Feriado de 7 de setembro injetará R$ 4,9 bilhões na economia

Divulgação
Porto de Galinhas é um dos destinos mais procurados
Porto de Galinhas é um dos destinos mais procurados
O feriado prolongado do 7 de setembro vai mover a indústria viagens e economia do Brasil.

De acordo com estimativa do Ministério do Turismo, considerando-se um período de quatro dias, serão realizadas 2,3 milhões de viagens com expectativa de movimentação financeira de R$ 4,9 bilhões nos destinos visitados.

“Os feriados prolongados impulsionam o Turismo, pois representam uma oportunidade de realização de viagens curtas fora dos períodos de férias escolares. E assim, movimentam a rede hoteleira, o comércio, os atrativos das cidades com possibilidade de geração de empregos temporários”, avalia o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

Praias e cidades históricas estão entre os destinos mais buscados pelo brasileiro para as viagens do feriado. Segundo a operadora CVC, os campeões de vendas no Nordeste são pacotes para Porto de Galinhas (PE), Maceió e Fortaleza. Outros lugares com demanda são Balneário Camboriú (SC), com destaque para o Beto Carrero World, Gramado (RS) e cidades históricas de Minas Gerais.

Este é o terceiro feriado prolongado do ano, depois do Dia do Trabalhador e Corpus Christi. Até o final de 2018, outros quatro feriados prolongados (Nossa Senhora Aparecida, Finados, Proclamação da República e Natal), devem fazer o brasileiro botar o pé na estrada e movimentar as economias de municípios de todas as regiões do País.

ACUMULADO
O Ministério do Turismo estima também que os sete feriados prolongados de 2018 resultem em 13,9 milhões de viagens e injetem R$ 28,8 bilhões na economia brasileira. O cálculo não inclui a Semana Santa e o carnaval por já serem, normalmente, prolongados.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA