CNC vê intenção de consumo subir pelo quarto mês consecutivo

|

O índice de Intenção de Consumo das Famílias brasileiras (ICF) medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) apresentou seu quarto aumento consecutivo em novembro. Na comparação com o mesmo mês em 2018, a alta foi de 8,7%, enquanto sobre outubro, a melhora foi de 1,3%.

Pixnio
“A boa performance do ICF em novembro está em linha com os bons sinais recentes da economia, proporcionados por fatores como inflação descendente, acréscimo de renda com os saques do FGTS e do PIS/Pasep, relativa segurança no emprego, juros primários tendentes para baixo, além do recebimento do 13º salário”, afirmou o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

“As famílias permanecem com desejo de comprar eletroeletrônicos e eletrodomésticos, impulsionadas, possivelmente, pela Black Friday. Somam-se a isso as condições de compra através do parcelamento, uma vez que pode haver espaço no orçamento para aquisições financiadas”, acrescentou o economista da CNC responsável pelo estudo, Antonio Everton.

Separada por região do Brasil, a pesquisa mostrou que as famílias do Sudeste apresentaram maior crescimento na disposição para o consumo (3,3%). As regiões Norte e Sul apareceram na sequência, com 0,6% e 0,4%, respectivamente. Já o Nordeste e o Centro-Oeste tiveram reduções de 0,5% e 1,8% em relação a outubro.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA