WTTC: 100 milhões de empregos podem ser recuperados em 2021

|

Mais de 100 milhões de empregos podem retornar ao setor global de viagens e Turismo em 2021, enquanto o mundo se recupera da pandemia de covid-19, segundo o Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC).

Unsplash
Segundo o WTTC, mais de 100 milhões de empregos globais em viagens e Turismo podem ser recuperados em 2021
Segundo o WTTC, mais de 100 milhões de empregos globais em viagens e Turismo podem ser recuperados em 2021
A entidade espera um forte verão (no Hemisfério Norte) de viagens, já que o setor começa seu caminho de recuperação a partir do final de março, com muitas das principais empresas de viagens relatando um aumento significativo nas reservas futuras.

A recuperação da indústria é apoiada pela última previsão econômica do WTTC, que dá mais esperança para o próximo ano a todas as empresas e milhões de pessoas empregadas no Turismo em todo o mundo.

No ano passado, durante o auge da pandemia, o órgão alertou que 174 milhões de empregos em viagens e Turismo ao redor do globo estavam em risco. No entanto, em sua última análise, o cenário mais otimista prevê que até 111 milhões de cargos podem ser revividos – o que ainda seria 17% abaixo dos números de 2019, com 54 milhões de empregos a menos.

Este melhor cenário, com a recuperação das viagens começando no final de março, leva em conta os programas de vacinação generalizados e uma rápida adoção de regimes abrangentes de teste e rastreamento, juntamente com uma coordenação internacional forte e contínua dos setores público e privado.

No entanto, o resultado mais conservador da previsão ainda veria um retorno de 84 milhões de empregos, mas isso seria 25% abaixo dos níveis de 2019, com 82 milhões de ocupações a menos recuperadas. Nesse cenário, a recuperação das viagens internacionais é empurrada para o segundo semestre de 2021. As vacinas seriam lançadas de forma mais gradual, desacelerando a remoção das barreiras e restrições de viagens atualmente em vigor em todo o mundo, ao mesmo tempo reduzindo a demanda por viagens e a confiança do consumidor.

“Estamos ansiosos por um verão forte de viagens, graças a uma combinação de uso de máscara, a implementação da vacinação global e os testes de partida, abrindo as portas para as viagens internacionais mais uma vez. Nossa última pesquisa confirma isso e mostra que definitivamente há esperança para o setor global de viagens e Turismo no próximo ano, com a possível recuperação de até 111 milhões de empregos", diz a presidente e CEO do órgão, Gloria Guevara.

Segundo Gloria, a nova pesquisa revelou que, na melhor das hipóteses, a contribuição de Viagens e Turismo para o PIB global cairá 17% em comparação com os números de 2019, chegando a US$ 7,4 trilhões. O WTTC acredita que isso é possível com testes de partida, uso obrigatório de máscara e implementação mundial de programas de vacinação.

E, em um sentido mais conservador, com uma recuperação mais lenta, a contribuição do setor cairá mais de um quarto (27%), indo para US$ 6,5 trilhões. A entidade crê que essas últimas previsões delineiam os desafios significativos enfrentados pelo setor global enquanto se prepara para sua recuperação nos próximos meses, uma vez que o impacto do lançamento mundial dos programas de vacinação seja sentido e as restrições de viagens sejam atenuadas.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA