Pesquisa revela tendências e preferências do turista chinês

|

Unsplash/Macau Photo Agency
Cautela e incerteza definem o momento do turista chinês para viagens internacionais
Cautela e incerteza definem o momento do turista chinês para viagens internacionais
Simpatia com turistas, zero casos de covid no destino e a não obrigatoriedade de quarentena são os fatores que mais atraem turistas chineses para viagens neste momento. A conclusão é de um estudo realizado pela Dragon Trail International (parceira internacional da Matcher) e leva em consideração as tendências e preferências dos turistas em diferentes cidades da China.

Em números gerais e considerando a situação global de evoluções da pandemia, o estudo aponta que 62% dos respondentes atrela a sua possibilidade de viajar agora à simpatia com viajantes chineses. Cerca de 56% disseram que o fator “zero casos de covid” é o que vale na decisão de fazer Turismo; o mesmo porcentual diz que a razão determinante é não ter que cumprir quarentena nem na chegada nem na volta. Os voos com horários normalizados são o fundamental para 45% dos turistas e tomar a vacina é a maior motivação de viagem para 43% dos pesquisados.

Com o apoio da CTA (China Tourism Academy), o estudo ainda aponta que a América do Sul é a quarta ou quinta opção dos chineses na escolha por viagens internacionais. Os turistas oriundos do país asiático seguem priorizando atividades como conhecer a gastronomia local; visitar museus e paisagens; conhecer atrações famosas; realizar atividades ao ar livre e contato com a natureza e fazer compras.

No quesito maiores incertezas, o relatório aponta que as viagens a negócios seguem com dificuldade para serem realizadas. Quando solicitados a avaliar os níveis de sentimento atual para 12 destinos no Exterior, os chineses expressaram alta percepção de segurança para viajar para Cingapura e Japão; e avaliações mistas para a Austrália, Tailândia e países europeus. Os destinos da América do Norte, especialmente os EUA, foram amplamente vistos como inseguros, enquanto as respostas em países da América do Sul indicaram pouquíssimo conhecimento da China.

PANROTAS / Emerson Souza
Jeanine Pires é especialista em marketing de destinos e diretora da Matcher
Jeanine Pires é especialista em marketing de destinos e diretora da Matcher
A especialista em marketing de destinos e diretora da Matcher, Jeanine Pires, reforça que a partir de dados como esses fica clara mais uma vez a necessidade de estreitar relações e apresentar a América Latina como opção de viagem ao mercado chinês. “É o maior emissor de turistas do planeta e será fundamental na reconstrução das chegadas internacionais do Turismo mundial”, diz.

A PESQUISADORA
A Dragon Trail International é uma empresa chinesa de soluções de marketing e inteligência de mercado, com experiência na indústria global de viagens.

Em parceria com a Matcher, a empresa trabalha na criação e compartilhamento de conteúdos, análises e oportunidades de mercado entre os mercados da China e Ásia e com o Brasil e América Latina.

De acordo com Jeanine, a parceria entre a Matcher e Dragon Trail é mais um passo importante para consolidar nossa missão de conectar o mercado brasileiro e latino americano aos principais mercados internacionais.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA