"Os robôs estão vindo!": Como a tecnologia afeta o Turismo na África

|


South African Tourism/ Africa's Travel Indaba
Paul De Waal, Jarred Cinman e Aki Anastasiou discutiram a influência da tecnologia no Turismo da África
Paul De Waal, Jarred Cinman e Aki Anastasiou discutiram a influência da tecnologia no Turismo da África
DURBAN (ÁFRICA DO SUL) – A tecnologia chegou ao Turismo para ficar e isso não é novidade para ninguém, seja no Brasil ou na África do Sul. Durante a Africa's Travel Indaba, maior feira turística do continente, uma das Business Conversations abordou exatamente como o setor se comporta diante da teórica 4ª revolução industrial, chegando a uma conclusão: "Os robôs estão vindo!"

O moderador da conversa foi o apresentador de TV, Aki Anastasiou, que se juntou ao especialista em marketing digital e diretor do Native VML, Jarred Cinman, e ao criador da plataforma unificada Wetu Travel Technology, Paul De Waal, para discutir a influência da tecnologia no Turismo e suas consequências.
South African Tourism/ Africa's Travel Indaba
Cinman vê potencial mal aproveitado na África:
Cinman vê potencial mal aproveitado na África: "Estamos no continente mais incrível do mundo"

Responsável por criar uma solução disruptiva para uma área do mercado vista por ele como "antiquada", De Waal revelou que não criou a Wetu para reinventar a indústria turística, mas para "fazê-la melhor". Usar recursos tecnológicos para unir todo o conteúdo de um roteiro de viagem em um único centro de informações, conectando agentes e operadores a fornecedores agilizou o processo de tornou a experiência, de ambos os lados, mais fácil, segundo ele. "Sempre há uma maneira de melhorar. Foi o que fizemos", disse.

No gancho do assunto de De Waal, Cinman destacou a mudança de comportamento das pessoas visando otimizar o próprio tempo. Diante disso, a agilidade na busca por informações torna a tecnologia cada vez mais valiosa, tanto pelo trabalho robótico de compilar dados quanto pela facilidade de entregar ao cliente o que ele deseja com mais eficiência e rapidez.

REALIDADE VIRTUAL É O FUTURO

"E não está longe", disse o moderador do painel, Anastasiou. De acordo com ele, a África precisa aproveitar esse recurso para imergir o viajante na experiência única que o continente oferece em seus mais diferentes destinos. "Precisamos ser mais inventivos. Temos muito potencial aqui e temos que mostrar ao público lá fora (no exterior)", afirmou.

Cinman, por sua vez, reforçou o discurso de Anastasiou e foi além. Para ele, aprender a usar a tecnologia da melhor maneira dá ao Turismo africano a possibilidade de competir com as grandes empresas de tecnologia dos Estados Unidos pela atenção dos viajantes. "É a vez da África. Estamos no continente mais incrível do mundo e temos que aproveitar isso", concluiu antes de ser aplaudido pelos ouvintes.

O Portal PANROTAS viaja a convite da South African Tourism e da Latam
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA