ClickBus prevê aumento de 90% nas vendas na Black Friday

|

Reprodução/ Facebook ClickBus
A plataforma espera um crescimento de 90% nas suas vendas, na comparação com o período pré-pandemia
A plataforma espera um crescimento de 90% nas suas vendas, na comparação com o período pré-pandemia
Mesmo em um ano desafiador para o setor de Turismo, como foi 2020, a ClickBus, plataforma de transações on-line para o transporte rodoviário de ônibus no Brasil, registrou um crescimento de 35% nas vendas durante a edição da Black Friday daquele ano, em relação ao ano anterior. Para 2021, a empresa espera um crescimento de 90% nas vendas, na comparação com o período pré-pandemia, impulsionado principalmente pela vacinação no País e por uma demanda reprimida de viajantes.

Para essa Black Friday, a expectativa da companhia é de obter um crescimento de cerca de 54% em GMV (Volume Bruto de Mercadoria) e 40% na emissão de bilhetes, em relação ao ano passado. Em geral, com a chegada da vacinação e a diminuição de casos de covid-19, a ClickBus vê um cenário positivo para o final de 2021, com uma expectativa de crescimento de 10% a 15% acima do que foi obtido em 2019.

"Hoje, com o avanço na vacinação, o incremento da terceira dose e a flexibilização das medidas de restrição, as pessoas voltaram a se planejar para viagens que tinham sido adiadas ou até mesmo estão buscando opções para fugir um pouco da rotina do isolamento, agora com mais tranquilidade", afirma o CEO, Phillip Klien.

O CEO ainda ressalta que nos últimos feriados prolongados deste ano a plataforma já vinha apresentando um crescimento nas vendas. No feriado da Proclamação da República, por exemplo, a ClickBus registrou um crescimento de 166% nas vendas de passagens em comparação com o mesmo período de 2020.

As passagens com desconto, disponíveis para compra em todas as plataformas da ClickBus, são válidas para embarques às quartas, quintas e sextas de dezembro de 2021. Os descontos estarão ativos de quinta (25) às 20h até as 23h59 de sexta (26) ou enquanto durarem os estoques.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA