MSC vai aumentar presença na América do Norte e Caribe

|


Emerson Souza
Eduardo Simões, gerente de Marketing MSC Brasil, Adrian Ursilli, diretor geral MSC Brasil, Roberto Fusaro, presidente América do Norte, e Ignacio Palacios, diretor Vendas e Revenue Brasil
Eduardo Simões, gerente de Marketing MSC Brasil, Adrian Ursilli, diretor geral MSC Brasil, Roberto Fusaro, presidente América do Norte, e Ignacio Palacios, diretor Vendas e Revenue Brasil

MSC Seaside — A escolha do MSC Seaside para a realização da 1ª Convenção Internacional de Vendas MSC foi bem estratégica, segundo o diretor geral da companhia no Brasil, Adrian Ursilli. A América do Norte e o Caribe são o novo foco de investimentos da empresa, e a MSC quer que os agentes de viagens brasileiras tenham a marca em mente quando pensarem em cruzeiros pelo Caribe. "Somos líderes na Europa e na América do Sul, tendo o Brasil como base para os cruzeiros, e queremos também liderar no maior mercado de cruzeiros, que é o americano", disse o presidente para a América do Norte, Roberto Fusaro, que já dirigiu a empresa no Brasil.

Segundo ele, hoje cerca de 60% dos cruzeiristas que embarcam nos navios da MSC em Miami são americanos, mas a meta é chegar aos 80%. "Nosso público alvo são os americanos que gostam de uma experiência internacional e da troca que existe em um cruzeiro com outras nacionalidades", afirmou. No ano passado, 15 milhões e norte-americanos fizeram cruzeiros, segundo a Clia. A MSC quer uma boa parte desse mercado,

A MSC Cruzeiros revelou recentemente também os detalhes de um novo terminal, altamente inovador, no Porto de Miami, que apoiará sua crescente presença na América do Norte e principalmente no Caribe. A companhia projetará, construirá, operará e manterá um grande edifício que abrigará dois terminais de cruzeiros (AA e AAA), assim como dois berços de atracação. Eles poderão receber até 28 mil passageiros por dia. Com as novas instalações, a MSC Cruzeiros levará um total de um milhão de passageiros ao Porto de Miami todos os anos. A previsão de conclusão dos terminais é final de 2022.

A MSC Cruzeiros já possui um terminal de cruzeiros no Porto de Miami e, atualmente, opera quatro navios com embarques no destino, um dos preferidos dos brasileiros nos Estados Unidos: MSC Seaside e MSC Armonia durante todo o ano; MSC Divina sazonalmente; e o MSC Meraviglia, que se juntará aos navios que partem de Miami a partir de novembro de 2019, sazonalmente.

Além dos quatro navios com embarque em Miami, a companhia tem o MSC Opera, com embarques em Havana, em Cuba, que navega na região sazonalmente, e o MSC Preziosa, com embarques em Fort-de-France, na Martinica, que também opera na região sazonalmente.

São seis navios no Caribe no ano e com as inaugurações de novos navios com mais de 200 mil toneladas provavelmente Miami e os Estados Unidos serão beneficiados ainda mais. Os novos terminais já conseguirão receber os navios World Class, cada um com sete mil passageiros.

O Portal PANROTAS viaja a convite da MSC Cruzeiros
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA