Luxo em alta: 63% dos agentes apontam aumento nas vendas

|

Flickr/Hernán Piñera
Itália foi apontado como principal destino de luxo do ano nos EUA; na foto, Veneza
Itália foi apontado como principal destino de luxo do ano nos EUA; na foto, Veneza
O Turismo de luxo está em alta. Um levantamento realizado pela Travel Leaders Group, que entrevistou agentes voltados para o mercado de luxo, revelou que 63,6% deles contaram com um aumento no número de reservas de viagens de alto padrão até agora em 2017, em relação ao mesmo momento do ano passado.

Ainda na pesquisa, 29,9% disseram que as vendas estão similares a 2016, e apenas 7,4% tiveram uma redução de reservas.

A porcentagem deste aumento, porém, foi bem variável entre os agentes. Do total de respostas, 13,1% disseram que aumentaram as vendas de 0% a 10%; 20,1% tiveram um aumento de 11-20%; 21,3% conseguiram vender 21%-50% a mais que no ano passado, e 9,1% conseguiram aumentar em mais de 50% suas vendas neste ano.

Por outro lado, 4,7% dos entrevistados tiveram uma queda de 0-20% nas vendas; 1,8% decaíram o número de reservas entre 21-50%; e 0,9% reduziu em mais de 50% este número.

"Dada a forte economia dos EUA, não é nenhuma surpresa que nossos agentes estejam vendo um maior nível de reservas de luxo em comparação com o ano passado", disse o CEO do Travel Leaders Group, Ninan Chacko, em comunicado. "Algumas pessoas estão incrementando suas férias para incluir acomodações de alta qualidade e experiências exclusivas, e outras simplesmente estão realizando mais viagens devido à sua confiança na economia".

O inquérito para chegar a esses números incluíram respostas de 1,1 mil agentes de viagens de luxo dos Estados Unidos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA