Janaillac: aéreas britânicas devem mudar no pós-Brexit

|

Pixabay
Reino Unido deixará União Europeia em 2019
Reino Unido deixará União Europeia em 2019
O CEO global da Air France-KLM, Jean-Marc Janaillac, mantém seu discurso de que as aéreas britânicas só deverão continuar as operações na Europa caso se adaptem às regras do continente, segundo publicação do Travel Weekly.

O Reino Unido deixará a União Europeia em março de 2019, devido ao Brexit. “100% dos direitos significa 100% das obrigações. Senão, não teremos condições de igualdade”, argumentou em entrevista ao jornal The Observer.

No entanto, ele minimizou os impactos do Brexit na empresa e diminuiu a relevância econômica do Reino Unido. “Para a Air France-KLM e outras companhias aéreas, o mercado britânico é importante, mas não é uma grande parte de nossa atividade. Eu acho que é mais um problema para as companhias aéreas britânicas do que os operadores continentais”, afirma.

Em meio a preocupações sobre o impacto na companhia, caso não realize acordo após a concretização do Brexit, ele disse que o governo “deve se preparar” para que “as coisas aconteçam de maneira tranquila”.


*Fonte: Travel Weekly

conteúdo original: http://bit.ly/2z20b83
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA