Destruição de furacões baixa oferta de voos para o Caribe | Aviação | PANROTAS
AVIAÇÃO

Destruição de furacões baixa oferta de voos para o Caribe

Divulgação
Furacão Irma ao se aproximar da Flórida
Furacão Irma ao se aproximar da Flórida
O número de voos dos Estados Unidos para o Caribe caiu 10% em dezembro, afirmam análises de especialistas. A queda é reflexo direto da destruição que países da região enfrentaram durante a temporada de furacões em 2017, com as passagens do Irma e Maria.

De acordo com a especialista em análise de dados OAG, as ilhas caribenhas que mais sofreram com a passagem de furacões têm experimentado quedas drásticas no número de voos atraídos.

O estudo cita localidades como St Maarten, que foi forçada a fechar seu aeroporto para a reconstrução do terminal, algo que resultou em queda de 62,4% no número de voos (comparativo com dezembro do ano anterior). Também são destacadas as Ilhas Virgens (queda de 47,2%) e Porto Rico (28,2%). Outros locais, como St Barts, Anguilla, St Kitts e Nevis e Ilhas Virgens Britânicas tiveram quedas entre 11,6% e 32,8%.

As duas maiores companhias aéreas dos Estados Unidos, American Airlines e Jet Blue, baixaram sua oferta em 15% e 11,8%, respectivamente. Delta (menos 17,1%), United (25,7%) e Spirit (25%) também registraram quedas.


*Fonte: Travel Weekly

conteúdo original: http://bit.ly/2EHrV1d
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA