Embratur quer EAD para divulgar Brasil pós-olímpico

|

Embratur
Registro da reunião da Embratur, conduzida pelo presidente Vinicius Lummertz, com executivos dos EBTs
Registro da reunião da Embratur, conduzida pelo presidente Vinicius Lummertz, com executivos dos EBTs
A Embratur, na última terça-feira (27), um dia antes do início da 44ª Abav Expo, reuniu-se com executivos de mercado dos Escritórios Brasileiros de Turismo (EBTs). O objetivo do encontro era propor novas estratégias de divulgação do Turismo no Brasil após o resultado positivo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Para o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, o País passa por um momento propício para o desenvolvimento do Turismo. “Precisamos aproveitar a visibilidade e sucesso após os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 para aumentar ainda mais o fluxo do turista internacional para todo o País”, afirmou Lummertz, na abertura do encontro.

Ainda segundo o presidente, a criação de plataforma de capacitações online a distância, vídeos promocionais, encartes online e impresso, entre outros produtos adaptados ao segmento, são pontos que deverão ser desenvolvidos e usados para melhor atender agências, operadores e o público final. Além disso, após a reunião, ficou acertada a ação de um especialista em Ensino a Distância (EAD), que deverá complementar o portal Visit Brasil e aperfeiçoar a atuação dos EBTs.

A diretora de Eventos Internacional do São Paulo Convention e Visitors Bureau, Elisabete Sorrentino (SPCVB), apresentou a estrutura do Brasil como destino para atrair turistas internacionais, a exemplo do segmento Mice, destacando a atuação do SPCVB. “Atualmente, com 800 membros associados, 39 segmentos e 79 destinos parceiros, São Paulo se destaca como maior destino turístico do Brasil”, enfatizou.

Já o coordenador-geral de Inteligência Competitiva e Mercadológica da Embratur, Bruno Giovanni Reis, ainda ressaltou que será bom ao setor padronizá-lo aos 13 executivos de 20 países dos EBTs. Ainda segundo Reis, o encontro foi importante para aprimorar as informações do segmento Mice, que ao integrar as ações estratégicas da Embratur para atrair o Turismo de Negócios e Eventos, é o segundo que mais contribui para o fluxo internacional de visitantes para o País.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA