ECONOMIA E POLÍTICA

Salvador terá US$ 105 milhões para alavancar Turismo

Divulgação/Saltur
Claudio Tinoco, novo secretário de Cultura e Turismo de Salvador
Claudio Tinoco, novo secretário de Cultura e Turismo de Salvador
Aproximadamente US$ 105 milhões. Esse é o tamanho do investimento que o Turismo de Salvador deve ganhar para os próximos quatro anos a partir do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur). A verba, que deve ser aprovada ainda neste semestre, virá do Banco Interamericano de Desenvolvimento (Bid) e, de acordo com o novo secretário de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, será usada principalmente em melhoria de infraestrutura de centros de interesse turístico da capital baiana. “Mas também possuímos recursos próprios e vindos do Ministério do Turismo, o que viabilizarão esses projetos de melhoria de infraestrutura nessa gestão.”

Algumas dessas benfeitorias são reformas na orla atlântica entre Ondina e Rio Vermelho para aprimorar a mobilidade tanto de acesso quanto de convivência dos visitantes e dos próprios moradores de Salvador. “É uma redefinição do calçadão com implantação de ciclovias e alargamento da área”, explica Tinoco. “Stella Maris é outra região que será requalificada, o que permitirá não só uma nova dinâmica, mas também atrairá novos equipamentos com característica pé na areia”, completou o secretário, acrescentando a maior atração de eventos corporativos e de lazer para preencher os períodos de baixa temporada.

Equipamentos culturais também deverão ganhar atenção e investimento da Saltur. Um deles é o memorial Jorge Amado, um dos três mais visitados da Bahia. “O Forte de São Diogo e Santa Maria, tal como espaços de exposição permanente das artes audiovisuais e das artes da Caribé e da Pierre Verger também ganharão cara nova com uma restauração”, garante Tinoco.

Para o secretário, a reeleição do prefeito Antônio Carlos Magalhães Neto ainda no primeiro turno é uma prova de sua boa gestão inclusive relacionada ao Turismo. “É reconhecimento de que estamos dando uma sequência de gestão bem sucedida. Além da aprovação na urna, temos também reconhecimento de quem visita Salvador a lazer ou trabalho.”

Desafios não faltarão a Claudio Tinoco, inclusive em temas que não dizem respeito à sua pasta diretamente, como segurança pública e mobilidade, que influenciam gravemente a vida de um viajante. Potencial é o que não falta para o destino soteropolitano.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA