Quinta Avenida (NY) é rua mais cara do mundo; confira

|

Varejistas da Quinta Avenida lidam com as consequências das vendas via internet
Varejistas da Quinta Avenida lidam com as consequências das vendas via internet
A adesão ao e-commerce diminuiu o preço do aluguel das lojas da Quinta Avenida, em Manhattan, no Estado de Nova York, mas não foi capaz de tirar dela o título de rua mais cara do mundo para o varejo. Seus preços, segundo o relatório da consultoria norte-americana Cushman & Wakefield, são duas vezes mais caros do que qualquer outro endereço.

Apesar disso, o estudo mostrou que o preço da locação de imóveis na Quinta Avenida teve queda de 36%. Foi a queda mais aguda desde a crise financeira que atingiu o país em 2008.

"Os varejistas estão enfrentando os desafios dos avanços tecnológicos, já que as marcas estão optando cada vez mais por oferecer os produtos no on-line ao invés de investir na estrutura física”, analisou o diretor do segmento de varejo da Cushman & Wakefield, Justin Taylor.

Ao mesmo tempo, os comerciantes também estão lidando com o avanço de experiências customizadas, que foram aplicadas em unidades como a a Primark, em Madri, e a da Apple, em Londres.

Theodore Knipfing, que também faz parte do corpo diretor da consultoria, ressalta ainda que os comerciantes da Quinta Avenida estão cautelosos em relação a expansão de suas lojas devido às mudanças de perfil do cliente e a instabilidade econômica global. Segundo ele, o cenário deve permanecer o mesmo no próximo ano.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA