Qual será o futuro da Embratur: instituto ou agência?

|

Marluce Balbino
Marx Beltrão, ministro do Turismo
Marx Beltrão, ministro do Turismo
Uma das maiores frentes de trabalho de Marx Beltrão em sua gestão no Ministério do Turismo é relacionada à Embratur. Durante a Fitur Madrid 2017, o ministro assegurou que iria apresentar ao presidente Michel Temer um programa que prevê a transformação do instituto em agência – de forma semelhante ao que acontece com a Agência Brasil de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex). Para Beltrão, um dos principais benefícios desse novo modelo é a possibilidade de estabelecer parcerias público-privadas, o que renderia um novo orçamento para a Embratur. A mudança, conforme o ministro ressaltou em reportagem da edição 1254 do Jornal PANROTAS, poderá ser concretizada até abril.

O ministro, em sua primeira participação no Fórum PANROTAS, irá abrir o evento com o painel "Políticas públicas para o Turismo", no qual deverá esclarecer e atualizar o mercado a respeito da situação da Embratur, além de outras questões referentes aos planos da pasta para 2017.

SOBRE O EVENTO
O Fórum PANROTAS 2017 ocorre entre 13 e 14 de março, no Grand Hyatt São Paulo, e é uma realização da PANROTAS Editora. O evento tem a aliança institucional da CNC Sesc Senac e patrocínio Accor Hotels, Air France-KLM, Bahiatursa, Best Western Hotels & Resorts, Beto Carrero World, Cep Transportes, CVC, Delta Air Lines, Elo, Esferatur, Gol Linhas Aéreas Inteligentes, Grand Hyatt São Paulo e Rio de Janeiro, Grupo Trend, GTA - Global Travel Assistance, HRS - Hotel Global Solutions, Localiza, México, Omnibees, R1 Soluções Audiovisuais, Reserve, Rio Galeão, Sabre, Sebrae, Tes Cenografia, Vice Versa Interpretação e Visit Orlando. Mais informações no www.panrotas.com.br/forum.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA