Líderes chamam de retrocesso possível extinção do MTur

|


Agência Brasil
Michel Temer

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade (Contratuh) enviou hoje ofício ao presidente em exercício, Michel Temer, solicitando atenção para o caso envolvendo o Ministério do Turismo após a saída de Henrique Alves, citado na operação Lava Jato. Como veiculado pelo Portal PANROTAS nesta segunda-feira (20), com informações do jornal O Globo, Temer estaria com dificuldade para escolher outro nome para a pasta, o que abriria a possibilidade de fusionar o comando público do setor ou até mesmo extinguir os trabalhos do ministério.

A carta, endossada por CNTur, Abav, Abeta, Abrasel, Abrajet, ABBTur, Abrarj, Braztoa, Clia Abremar, FBHA, Fenactur, CBC&VB e o conselheiro indicado pela presidência da república, Guilherme Paulus (CVC e GJP), solicita ainda que a pasta tenha como representante um especialista, não só por conta das especificidades da indústria, como também pela proximidade dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que acontece em agosto.

No trecho mais incisivo do documento, as entidades deixam claro que consideram um “retrocesso incompreensível” caso Temer decida não priorizar o Turismo como mais uma alternativa para superar a crise que o País vive.

Confira abaixo a carta na íntegra.

Ao
Excelentíssimo Senhor Presidente da República em Exercício
Michel Miguel Elias Temer Lulia
Palácio do Planalto
Brasília - DF

Senhor Presidente,

Quando o senhor resolveu manter o Ministério do Turismo e convidar um dos expoentes do PMDB para comandar a pasta, o senhor sinalizou ao mercado que compreende a importância que a atividade sempre possuiu e agora ampliada pelo momento histórico do Brasil.

O turismo é o setor que será protagonista na reconstrução da imagem do Brasil para o mundo. É a vitrine que consolida o trabalho que está sendo realizado agora no Ministério das Relações Exteriores comandado pelo ministro José Serra e pela nova EMBRATUR que será reestruturada.

É também o turismo a atividade econômica capaz de gerar mais rapidamente divisas e ajudar o país na travessia da sua mais grave crise econômica. Ele foi a solução para a Espanha e Portugal na crise que estes países atravessaram.

A cadeia produtiva atendeu o chamamento da nação e realizou uma grande transformação na infraestrutura turística para atender a Copa do Mundo de 2014 e, agora, as Olimpíadas Rio 2016. Possuímos uma estrutura pronta para receber visitantes de todo o planeta. São milhares de novos empregos que dependem do aumento do fluxo de visitantes.

Fusionar o turismo com outra pasta, como a mídia tem colocado, será um retrocesso. A atividade, a exemplo do que aconteceu com a Cultura, perderá o seu protagonismo.
Um dos maiores acertos do seu governo, que manteve a pasta do turismo compreendendo a equação única que a história nos reservou, será transformado em um retrocesso incompreensível pela importância que o setor tem como solução para a nossa crise.

Como integrantes do Conselho Nacional de Turismo em conjunto com entidades coirmãs, reiteramos o nosso apoio a sua decisão inicial e ressaltamos a importância da manutenção da pasta. Solicitamos que ela seja ocupada por um especialista, um gestor público que já conheça o setor. Estamos a menos de 50 dias de um encontro planetário no Brasil e um ministro neófito não terá tempo para aprender as especificidades da atividade. Podemos mostrar ao mundo que não compreendemos que o grande legado para o Brasil se dará através da atividade turística, gerando divisas, renda e empregos.

Extinguir o Ministério do Turismo e fusioná-lo com outra pasta será um paradoxo difícil de compreender. No momento que chamamos o mundo para nos visitar, encerramos exatamente o ministério que teria a função de anfitrião dos Jogos Olímpicos.

Entidades do Conselho Nacional:
CNTur- Confederação Nacional de Turismo
CONTRATUH - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade
ABAV- Nacional - Associação Brasileira de Agentes de Viagens
ABETA - Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura
ABRASEL- Associação Brasileira de Bares e Restaurantes
ABRAJET- Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo
ABBTUR - Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais de Turismo
ABRARJ- Associação Brasileira de Revistas e Jornais
BRAZTOA - Associação Brasileira de Operadores Turísticos
CLIA Abremar Brasil
FBHA- Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação
FENAGTUR- Federação Nacional dos Guias de Turismo
CBC&VB - Confederação Brasileira dos Conventions & Visitours Bureaux
GUILHERME PAULUS - Conselheiro Indicado pela Presidência da República
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA