Como escolher a sede para um evento científico

|


Divulgação/Pires

A Pires & Associados, de Jeanine Pires, acaba de lançar o ebook "Boas Práticas para escolher o destino-sede de eventos científicos". O estudo, que pode ser baixado clicando aqui, é direcionado a diretores e executivos de sociedades científicas e entidades que promovem eventos regularmente. “Sistematizar o processo de escolha do destino-sede de um evento ajuda a evitar pressão e atropelos. Sem regras e prazos muito bem definidos, o risco de uma má escolha aumenta enormemente e compromete os resultados dos eventos”, comenta a também diretora da Pires & Associados, Juliana Pires. “Infraestrutura falha e destinos pouco atrativos ou pouco receptivos arranham o que uma entidade tem de maior valor: sua credibilidade”, acrescenta.

Determinar o que os destinos-candidatos devem apresentar e quais as regras de participação no processo, além de definir o cronograma de todas as etapas do evento, são alguns dos capítulos do ebook. “A escolha do destino tem peso muito importante para atrair o interesse do público participante”, afirma Juliana. “Com regras claras e procedimentos definidos para os interessados participarem deste processo (sediar um evento), a sociedade científica trabalha de forma padronizada e a escolha é menos trabalhosa, mais criteriosa e segura. Não é exagero afirmar que o sucesso de um evento passa por escolher o destino certo para os objetivos da sociedade promotora”, conclui a diretora.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA