O que o viajante de luxo espera no pós-pandemia?

|


Divulgação
Mulher visitando templo de Abu Simbel, no Egito
Mulher visitando templo de Abu Simbel, no Egito

O QUE O VIAJANTE DE LUXO ESPERA NO PÓS-PANDEMIA?

Por Maurice Padovani, Sócio e Diretor Executivo da PRIMETOUR

Mais de dois anos de pandemia se passaram e finalmente o cenário do turismo começa a mudar. Fronteiras fechadas, voos cancelados, planos adiados para depois – olhando para trás, vemos o longo caminho que percorremos em meio às incertezas. Agora, o momento é outro! Com a ajuda das vacinas, estamos conquistando uma rotina mais próxima à normalidade. Acompanhada, felizmente, pelo retorno das viagens.

Nesta fase de retomada do setor do Turismo de luxo, temos identificado algumas tendências sendo desenhadas. Após tantas restrições, muitos viajantes reavaliaram suas prioridades e querem viajar mais e melhor. Viagens mais eco-friendly, desejo de reconexão com família e amigos, vontade de vivenciar alguma experiência diferente: aqui vão cinco tendências que estão definindo o Turismo pós-pandemia.

1. Revenge Travel – As viagens de “vingança” ( do bem)
Ao longo dos meses de distanciamento social e de isolamento, nos planejamos para os dias em que pudéssemos viajar de novo. Agora, finalmente podemos colocar esses planos em prática com um toque de extravagância. É uma compensação justa: revenge travel é o termo que define esse sentimento de ir à forra nas viagens, na ideia de que “já que agora dá para ir, irei, e com tudo a que tenho direito para recuperar o tempo perdido”.

2. Viagens de menor impacto
Diferentes agências e hotéis já propõem formas de reduzir os impactos negativos causados no planeta que estão associados a viagens: compensação de carbono emitido (como a PRIMETOUR faz!), proteção a animais com risco de extinção, utilização de fontes de energia mais ecológicas. São jeitos de colaborar no combate ao efeito estufa e ao aquecimento global, de devolver à Terra todas as belezas que vemos durante nossas "andanças". Nessa pausa forçada que fomos obrigados a viver, muitos de nós aproveitamos para reavaliar valores e propósitos e isso se reflete em todas as escolhas, inclusive, claro, nas relacionadas a viagens.

Divulgação
Experiência na Antártica com a Quark Expeditions
Experiência na Antártica com a Quark Expeditions

3. Visitar destinos diferentes

Viver o agora! Fazer aquela viagem que há muito vem sendo ensaiada: pode ser para o Butão, para o Egito, ou, quem sabe, a Antártica. Ter a bênção de um monge no Camboja, sair à procura da aurora boreal na Islândia, hospedar-se em uma casa-bolha no meio de um deserto de sal na Bolívia. Queremos, mais do que nunca, vivenciar destinos ainda inéditos em nossos passaportes e todas as experiências extraordinárias que eles nos proporcionam.

4. (Re)visitar destinos favoritos
De Nova York a Paris, de Londres a Buenos Aires. Ao mesmo tempo em que o agora pode ser o momento para conhecer destinos once-in-a-lifetime, é também o momento de revisitar aqueles mais próximos do coração. De matar as saudades. E, claro, de conhecer tanta novidade que abriu ou está por abrir: há novos museus, novos restaurantes estrelados, novos hotéis.

5. Viagens de celebração
Para celebrar a vida, a família, os amigos. As viagens de celebração estão com tudo: depois de tanto tempo longe de quem a gente ama, queremos aproveitar esses reencontros como merecem ser comemorados. Não há nada como ter todo mundo reunido de novo, curtindo cruzeiros ou temporadas de praia em villas privativas (também é a "desculpa" perfeita para comemorar aquele aniversário "atrasado"...). Destination wedding? Após tantas cerimônias adiadas, eles nunca estiveram tão in.

A PRIMETOUR Operadora está pronta a te ajudar a atender a todos esses novos desejos dos seus clientes. Fale com a gente: primetour.com.br
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA