Iata critica exigência de teste e quarentena no Canadá

|

Unsplash
O Canadá manterá a exigência de quarentena e passará a exigir o teste PCR de passageiros
O Canadá manterá a exigência de quarentena e passará a exigir o teste PCR de passageiros
A International Air Transport Association (Iata) juntou-se às companhias aéreas canadenses para criticar a nova regra do país de que todos os passageiros que chegam sejam testados para covid-19 antes da partida enquanto mantém a exigência de quarentena. A nova regra entra em vigor na quinta-feira (7) e exige o teste PCR feito em até 72 horas antes da viagem de todos os passageiros com cinco anos ou mais. As informações são do portal Travel Mole.

A Iata chamou a nova regra de "o pior dos dois mundos". "É insensível e impraticável impor essa nova exigência aos viajantes em tão pouco tempo. O Canadá já tem um dos regimes de controle de fronteira mais draconianos do mundo, incluindo proibição de viagens e quarentena. Mesmo que o teste para covid-19 seja internacionalmente estratégia de mitigação de risco aceita, não há planos para ajustar a atual regra de quarentena de 14 dias", explicou a Iata.

As companhias aéreas canadenses criticaram o governo pela falta de informações concretas. "Não temos as ordens provisórias por escrito - é a partir das ordens provisórias que você baseia suas operações e obrigações. Estamos muito preocupados com a confusão que vai ocorrer e a desconexão de implementação que vai ocorrer e tudo poderia ter sido evitado", afirmou o CEO do National Airlines Council of Canada, Mike McNaney.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA