Agências corporativas buscam novo equilíbrio com clientes

|

Pioneiro na implementação de novidades tecnológicas e práticas de gestão no Turismo, as agências de viagens corporativas, também conhecidas como TMCs, hoje enfrentam um novo desafio: continuar com seu serviço de qualidade enquanto procuram um novo patamar de preços na relação com seus clientes, desgastada por concorrências que baixam o valor dos contratos abaixo do que é considerável saudável pela maioria.

Artur Luiz Andrade
Sérgio Linares (BK21), Brunno Bernardes (Hostway), Mário Carvalho (TAP), Rubens Schwartzmann (Costa Brava e presidente da Abracorp), Carlos Prado (Tour House), Duda Vasconcellos (Kontik), Luis Vabo (Solid e Reserve), Affonso Nina (CWT) e Gervásio Tanabe (Abracorp)
Sérgio Linares (BK21), Brunno Bernardes (Hostway), Mário Carvalho (TAP), Rubens Schwartzmann (Costa Brava e presidente da Abracorp), Carlos Prado (Tour House), Duda Vasconcellos (Kontik), Luis Vabo (Solid e Reserve), Affonso Nina (CWT) e Gervásio Tanabe (Abracorp)

Essa foi uma das principais discussões presentes na Convenção da Abracorp, que ocorreu durante a semana passada em Lisboa. E também o principal destaque da edição 1.248 do Jornal PANROTAS, que traz o balanço da Convenção Abracorp, as diretrizes futuras da entidade e as novidades de Tap, Schultz e Dom Pedro Palace, parceiros oficiais do evento juntamente com a Travelport.

Ainda nesta edição, você confere:

- As ações de Ancoradouro e Esferatur para combater a crise
- Transamérica Ilha de Comandatuba premia seus Top Ten
- Os efeitos da compra da Hertz Brasil pela Localiza
- Disrupção no Turismo será um dos destaques no Fórum PANROTAS 2017
- O crescimento do Turismo de bem-estar
- O Encarte especial sobre o Seminário Jurídico do Turismo promovido pela CNC

Veja abaixo a edição 1.248 completa do Jornal PANROTAS:

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA