AA dará incentivo de US$2 a TMCs que usarem NDC

|

Emerson Souza

A American Airlines pagará às TMCs um incentivo de US$ 2 por segmento como bônus para as que realizarem a compra de trechos aéreos através do sistema de distribuição New Distribution Capability (NDC), desenvolvido pela Iata. O programa de incentivo foi anunciado durante o Comitê NDC, realizado nesta semana em Irving, no Texas (Estados Unidos).

O anúncio vem logo depois da aérea disponibilizar os pacotes de NDC em um site de reservas corporativas, onde as TMCs podem estabelecer uma conexão direta com a American. A notícia foi divulgada pelo Travel Weekly. Para participar do programa, as agências e TMCs deverão negociar com a empresa através do site.

O vice-presidente de Vendas e Distribuição da aérea, Cory Gramer, enfatizou que adquirir os produtos através da NDC será apenas opcional, e que a empresa não pretende implementar uma taxa para quem optar por comprar pelo GDS. Além disso, acrescentou que se os GDSs desenvolverem uma tecnologia adequada e suportada pelo NDC, a American Airlines pagará o incentivo também a elas.

NDC NÃO É UNANIMIDADE
Ainda segundo o site norte-americano, porém, embora algumas agências já tenham aderido ao programa, muitas ainda o encaram com ceticismo, levantando novamente polêmica debatida no ano passado na Conferência GBTA, onde um dos assuntos foi se o NDC poderia conviver com o GDS.

Em uma pesquisa feita no final do Comitê NDC, 35 entrevistados disseram que já começaram a implementar o NDC, 33 disseram estar convencidos de que deveriam e 32 disseram que ainda não estavam convencidos.

Uma delas é a BCD Travel: segundo a vice-presidente executiva de Fornecedores Globais da empresa, Rose Statford, a taxa de incentivo de US$ 2 por segmento não seria suficiente para motivar sua empresa a desenvolver uma conexão de NCD com a aérea, já que a empresa ainda teria que comprar através dos GDSs.


*Fonte: Travel Weekly

conteúdo original: http://bit.ly/2sU2rZ4
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA