AVIAÇÃO

Tap lidera alta em vendas de TMCs associadas à Abracorp no 1º trimestre

Divulgação

A Tap foi a aérea com o aumento mais significativo em vendas de agências de viagens corporativas associadas à Abracorp no primeiro trimestre deste ano, segundo informações do Presstur. Isso porque a companhia registrou alta de 72,5% em suas receitas e de 83,5% no número de bilhetes vendidos. Neste último caso, a Tap ultrapassou as vendas conjuntas da Lufthansa e da Swiss, bem como da British Airways e da Iberia, ficando em quarto lugar, atrás da Tam, American Airlines e Air France-KLM.

Apesar do crescimento de 72,5% nas receitas, quando se trata do valor de vendas a Tap cai para sétimo lugar, o que está relacionado ao fato de a companhia ter a terceira tarifa média mais baixa e conexões mais curtas que a concorrência, o que pode ter contribuído para a queda de 6% no valor de vendas, para R$ 3,3 milhões.

Ainda assim, pelo aumento do número de bilhetes vendidos, que foi de quase sete mil, em comparação com o mesmo período do ano passado, totalizando mais de 15,3 mil, a Tap registrou o segundo maior aumento de vendas em valor absoluto, com mais R$ 21,4 milhões, alcançando um total de R$ 50,9 milhões.

A companhia que teve o maior aumento de vendas de voos internacionais foi a Latam, com mais R$ 36,2 milhões de reais (+33,3%, para R$ 145,1 milhões), e depois da Tap vem a Delta, com mais R$ 20,1 milhões (+54,2%, para R% 57,2 milhões), United, com mais R$ 19,57 milhões (+40,2%, para R$ 68,31 milhões), e American Airlines, com mais R$ 17,97 milhões (+21,4%, para R$ 101,95 milhões).

Os grupos europeus, com excepção da Tap, tiveram desempenhos "modestos", sendo o melhor deles o da Air France-KLM, com aumento de R$ 8 milhões (+12,5%, para R$ 72,5 milhões), seguido pelo IAG (British Airways e Iberia), com mais R$ 3,5 milhões (+8%, para R$ 47,7 milhões), enquanto o grupo Lufthansa (Lufthansa e Swiss) foi o único dos maiores listados pela Abracorp a registar declínio das vendas, ainda que de apenas de 0,4%, para R$ 62,5 milhões.

O balanço de vendas no primeiro trimestre divulgado pela Abracorp, que engloba os valores reunidos das suas 30 associadas, marca uma virada na tendência de queda que predominou em 2016, apresentando aumento de 10,2%, para mais de R$ 2,6 bilhões de reais, o qual se deve principalmente às vendas de aviação, com aumentos em 13,1% no segmento de voos domésticos, para mais de R$ 1 bilhão de reais, e em 21,3% nas vendas de voos internacionais, para 876,32 milhões.

As vendas de hotelaria, por sua vez, registraram queda de 10,7% nas vendas de hotelaria brasileira, para R$ 394,67 milhões, e de 9,7% nas vendas de hotelaria internacional, para R$ 86,4 milhões.


*Fonte: Presstur

conteúdo original: http://bit.ly/2pFF02k
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA