AVIAÇÃO

Hub de inovação da Lufthansa chega a cidades asiáticas

Ao fundar sua unidade de digitalização corporativa em 2014, o Lufthansa Innovation Hub, em Berlim, o Grupo Lufthansa se tornou um dos pioneiros no setor de aviação internacional. Com dois novos endereços na Ásia, a companhia é a primeira não-asiática a expandir seus esforços de digitalização para o mercado mais dinâmico em termos de inovação em viagens e mobilidade.

Reprodução/ Aeronews
Lufthansa
Lufthansa
“Por meio das novas unidades do hub de inovação da Lufthansa queremos aprender com os desenvolvedores na Ásia, construir parcerias no contexto digital e nos beneficiar da nossa experiência. Nosso objetivo é expandir nossa posição como um grupo de companhias aéreas com o mais alto nível de digitalização no mundo”, comenta o presidente do Conselho Executivo do Deutsche Lufthansa AG, Carsten Spohr.

Especialistas da sede em Berlim estão avançando no desenvolvimento dos hubs asiáticos, lançados em 1 de julho, em Cingapura e Shenzhen (China). A primeira cidade é particularmente importante por causa de seu papel como pioneira em mobilidade inteligente. E a China é, atualmente, o ecossistema mais dinâmico do mundo para inovações nestes quesitos.

“Assim como no mercado de tecnologia europeu, o desenvolvimento das unidades na Ásia será testado e interativo. Assim, poderemos gerar insights estruturados ao longo da cadeia de valor do nosso grupo, considerar parcerias e investimentos e desenvolver nossas próprias soluções sob medida para os mercados locais”, conta o diretor geral do Lufthansa Innovation Hub, Gleb Tritus.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA