AVIAÇÃO

American Airlines e Qantas implementam joint venture

A American Airlines e a Qantas, após receberem a aprovação final do Departamento de Transportes dos EUA (DOT) no último dia 31, acabam de implementar sua joint venture, de acordo com informações do site Flight Global.

Divulgação/ American Airlines
Parceria otimizará as viagens transpacíficas e abrirá oportunidades para novas rotas entre a América do Norte e a Oceania
Parceria otimizará as viagens transpacíficas e abrirá oportunidades para novas rotas entre a América do Norte e a Oceania
A parceria otimizará as viagens transpacíficas e abrirá oportunidades para novas rotas entre a América do Norte e a Oceania. Além disso, com o acordo, as companhias passarão a coordenar preços, vendas, planejamentos e outras funções comerciais em voos entre as regiões.

Durante o processo de inscrição, a American e a Qantas posicionaram a venture para permitir que elas competissem de maneira mais eficaz em um mercado amplamente controlado por duas joint ventures existentes: o acordo da Delta Air Lines com a Virgin Australia e da United Airlines com a Air New Zealand.

No início deste ano, a transportadora de bandeira australiana disse que planeja lançar voos de Brisbane para Chicago e São Francisco como resultado direto da aprovação da joint venture. Esses voos terão início em abril de 2020 e serão operados por Boeing 787-9s.

No final de outubro, a American anunciou que lançará um serviço sazonal sem escalas de Los Angeles para Christchurch, na Nova Zelândia, além de voos diretos sazonais sem escalas entre Dallas-Fort Worth e Auckland, na Nova Zelândia. Ambas as conexões, com início em outubro de 2020, são resultado direto do acordo conjunto com a Qantas. A American também usará variantes do Boeing 787 para essas rotas.


*Fonte: Flight Global

conteúdo original: https://bit.ly/2CiUaTQ
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA