EMPRESAS

Veja por que as startups têm ganhado espaço no corporativo


Divulgação/Booking.com
A indústria de viagens de negócios tem visto um notável crescimento no número de startups de tecnologia voltadas ao setor. O trabalho que estão fazendo é uma evolução na área, mas elas estão lidando com os mesmos problemas que sempre estiveram lá.

Então, o que estão fazendo de diferente? O segredo é que essas empresas lidam com os desafios de conteúdo que todas as empresas de viagens corporativas enfrentam, porém, conseguem resolvê-los em menos tempo.

Outro diferencial é o fato de oferecerem um serviço excepcional em todos os níveis, para que o cliente possa contar com elas para resgatar um viajante "encalhado" em um aeroporto às 2h da manhã, por exemplo.

Aliada a isso, a combinação de tecnologia com um bom atendimento ao cliente é outro fator que traz vantagens às startups.

Confira a seguir três razões pelas quais essas empresas estão ganhando espaço e se aproximando do mercado:

1. Satisfação do viajante no centro
O viajante já está acostumado a ter uma boa experiência de reserva e compra on-line fora de sua vida profissional e, quando não a recebe em suas viagens corporativas, pode desistir do fornecedor em segundos. As startups sabem bem disso e investem no item a seguir:

2. Autonomia de reserva
É cada vez mais frequente os viajantes fazerem suas reservas por conta própria, então esse processo precisa ser simples e prazeroso. É natural que o departamento de compras tome a decisão sobre o fornecedor de viagens e imponha aos viajantes um desajeitado software B2B, determinando seu uso.

As startups sabem que, se a experiência de reserva não for excepcional, os viajantes a recusarão e usarão uma experiência superior oferecida por um site de consumo, resultando em vazamentos na política de viagem.

3. Aposta forte na tecnologia
As startups sabem que o futuro das viagens de corporativas está na tecnologia. À medida que o mercado se desenvolve, haverá menos players - e todos eles serão empresas de tecnologia dispostas a liderarem as inovações do mercado.


*Fonte: Phocuswire

conteúdo original: http://bit.ly/2LyCuLu
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA