Mapa do Mice: como se distribuem os eventos em SP | Eventos | PANROTAS
EVENTOS

Mapa do Mice: como se distribuem os eventos em SP

Shutterstock
O fato de São Paulo ser o maior centro de eventos do País já é de conhecimento de toda indústria turística. A cidade, que recebeu 15,44 milhões de visitantes em 2017 - sendo 2,75 milhões estrangeiros - tem cerca de 65% de seu Turismo voltado ao segmento corporativo e de eventos, segundo a SPTuris. Ou seja, cerca de dez milhões de pessoas vieram à capital paulista com finalidade de reuniões, negócios ou eventos em geral.

Somente no ano passado, 1,9 mil eventos foram cadastrados no SPCVB, órgão responsável por captar encontros para a cidade. Juntos, eles movimentaram 24,7 milhões de visitantes (entre paulistanos e viajantes), mais que o dobro da população de São Paulo, estimada em 12,1 milhões pelo IBGE em 2017.

Emerson Souza
Para entender melhor como acontece e de quem são esses eventos, a SPTuris, em parceria com o SPCVB, realiza desde o ano passado o dossiê "São Paulo: Cidade do Mundo", que consolida dados gerais do Turismo da cidade. Nele, alguns fatos curiosos foram revelados, como quais segmentos mais realizam eventos na cidade, e quais bairros mais recebem eles, entre os 1,9 mil que foram cadastrados na entidade paulista. Veja abaixo:

EVENTOS POR SEGMENTO

No número de eventos por área ou enfoque, quem sai ganhando é a Medicina: 712 eventos na cidade de São Paulo do último ano foram voltados ao segmento. Em contrapartida, mesmo com o maior número de encontros, o setor recebeu "apenas" 600 mil pessoas, número consideravelmente menor que a área de Cultura e Educação, que com seus 190 eventos movimentaram 12,1 milhões de participantes.


Colocação (em nº de Eventos)SegmentoNº de EventosNº de Participantes
Medicina721599 mil
Técnico e Científico315454 mil
Ciência, Tecnologia e Comunicação3131 milhão
Cultura e Educação19012,1 milhões
Moda821 milhão
Turismo76202 mil
Alimentos e Bebidas592,6 milhões
Utilidades47631 mil
Automotivo41468 mil
10ºMeio Ambiente391,3 milhão
10ºBeleza e Cosméticos39372 mil
12ºAgrícola e Agropecuária28180 mil
13ºOutros223 milhões


Por mais que o número de eventos seja relevante, a capacidade de atrair visitantes varia fortemente entre os segmentos, com Cultura e Educação sobrando entre os demais, e setores com menor número de eventos podem, assim, mover mais pessoas que aqueles com centenas de encontros. Os 39 eventos de Meio Ambiente, por exemplo, atraíram 1,3 milhão de participantes, enquanto Técnico e Científico, com 315 eventos, levaram pouco mais de um terço disso, algo próximo a 454 mil pessoas.

EVENTOS POR REGIÃO
O "São Paulo: Cidade do Mundo" mediu também a quantidade de eventos por região paulistana. O maior número foi registrado na zona Paulista e Jardins, com 656 eventos; em segundo e terceiro aparecem Centro e Zona Norte, e Berrini, com 384 e 370 eventos, respectivamente.

Entretanto, grandes números de eventos não significam necessariamente a maior quantidade de participantes. Enquanto a região Paulista Jardins, líder no número de eventos, atraiu 5,5 milhões de pessoas, a área Centro e Zona Norte movimentou quase sete milhões. "O número varia de acordo com os locais disponíveis em cada região. A Zona Norte, por exemplo, ganha muito por contar com os grandes pavilhões do Anhembi e do Expo Center Norte", explica o gerente do SPCVB, Fabio Zelenski.

A região da Berrini, por outro lado, levou apenas 1,2 milhão de participantes, mesmo tendo quase o mesmo número de eventos que a área de Centro e Zona Norte.

Veja a tabela completa abaixo:


Colocação (em nº de Eventos)RegiõesNº de EventosNº de Participantes
Paulista e Jardins6565,5 milhões
Centro e Zona Norte3846,9 milhões
3ºBerrini9701,2 milhões
4ºIbirapuera e Moema2572,7 milhões
5ºFaria Lima e Itaim157139 mil
6ºCidades Associadas114840 mil
7ºDiversas Regiões SP257,1 milhões


EVENTOS POR MÊS
O mês de junho foi, de longe, o campeão em número de participantes de eventos na capital paulista em 2017. Dos 24,7 milhões que participaram de eventos na cidade no ano, 8,3 milhões foram neste período, quase um terço, e cerca de três vezes a mais que maio, segundo colocado com 2,8 milhões de pessoas. Segundo o SPCVB, boa parte do número alto se deveu a eventos de grande porte que aconteceram no mês, como a Marcha para Jesus e a Parada LGBT.

Veja abaixo o gráfico mês a mês de participantes de eventos em São Paulo no ano passado:

MêsNº de participantes de eventos
Janeiro655 mil
Fevereiro551 mil
Março1,5 milhão
Abril1,5 milhão
Maio2,8 milhões
Junho8,3 milhões
Julho1,2 milhões
Agosto2,6 milhões
Setembro1,2 milhões
Outubro980 mil
Novembro572 mil
Dezembro2,5 milhões
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA