TURISMO

ABIH-SP prevê 2018 de crescimento e eventos simultâneos

Emerson Souza
Bruno Omori, presidente da ABIH-SP
Bruno Omori, presidente da ABIH-SP
A ABIH-SP, a partir da análise de dados dos últimos anos, projetou os desafios que a hotelaria e o Turismo paulistas enfrentarão em 2018. Para o presidente da associação, Bruno Omori, "no primeiro semestre haverá um crescimento de 5% a 7% na taxa de ocupação hoteleira e de 9% a 12% de aumento na demanda no Turismo comparados ao mesmo período dos três anos anteriores."

Um dos indicativos para esses números é a retomada econômica do segundo semestre de 2017, a qual deve proporcionar um crescimento mais sólido, principalmente nas viagens corporativas. Outro indício, segundo Omori, seria a possibilidade de um cenário político estabilizado com importantes votações, como a reforma da previdência e a aprovação dos jogos, que "devem aumentar o otimismo do mercado".

O executivo ainda acrescentou que esse crescimento sólido deverá continuar no segundo semestre, entre 6% a 8%, até a época da definição das eleições, que poderá alterar novamente o cenário macroeconômico do País dependendo do novo presidente.

PLANEJAMENTO

Para 2018, a ABIH-SP já está programando a realização da sexta edição do Congresso Sehga simultaneamente com a terceira edição da Expotel. Durante os eventos, serão discutidos três temas estratégicos: Sustentabilidade, Segurança e Acessibilidade e Inclusão Social; além da apresentação de um "hotel modelo" que contemple esse tripé em sua concepção.

“Decidimos unir um evento consagrado como o Segha com a Expotel, para dessa forma, apresentarmos simultaneamente as tendências, tecnologias, parcerias, produtos e serviços, além de discussões importantes para o segmento hoteleiro do Brasil”, constatou Omori.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA